Moro reage a fuga do PCC

Cerca de 75 presos ligados ao Primeiro Comando da Capital fugiram neste domingo, da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, próximo à fronteira com o Brasil. Um túnel foi encontrado no local, embora o governo acredite que parte dos criminosos tenha escapado pela porta da frente, com a cumplicidade de funcionários do presídio. O ministro da Justiça do Brasil, Sergio Moro, reagiu à fuga em massa, no Twitter. “Estamos trabalhando junto com as forças estaduais para impedir a reentrada no Brasil dos criminosos que fugiram de prisão do Paraguai. Se voltarem ao Brasil, ganham passagem só de ida para presídio federal”, tuitou o ministro

 

Pensões a solteiras

A Câmara e o Senado pagam pensões mensais de até R$ 35 mil a filhas solteiras de ex-parlamentares e ex-servidores. Previsto numa lei sancionada por Juscelino Kubitschek em março de 1958, o benefício atende até hoje 194 mulheres e custa, por ano, R$ 30 milhões – o equivalente ao dinheiro necessário para construir 500 casas populares do Minha Casa Minha Vida. A norma foi derrubada em 1990, mas foi mantido o privilégio para quem já estava na folha de pagamento. Denúncias de pagamento indevido não faltam. No mês passado, a Polícia Legislativa passou cinco dias no Rio para investigar o estado civil de uma pensionista. A notificação partiu do Tribunal de Contas da União, que apontou inconsistências no registro da beneficiada a partir de cruzamentos de bases de dados.

 

Renovação de formação política

O interesse crescente pelos grupos e movimentos de renovação e formação política no País vai se refletir nas eleições municipais deste ano.  Em 2019, com a persistente crise de representatividade dos partidos tradicionais, o número de alunos e apoiadores destes grupos se multiplicou. O fenômeno deverá resultar em um boom de candidaturas majoritárias associadas a organizações suprapartidárias que formam lideranças ou que buscam renovar a prática política, segundo levantamento do Estado. Faltando nove meses para as eleições municipais, ao menos 71 egressos desses movimentos civis já manifestaram interesse em concorrer em capitais de ao menos 21 Estados.

 

Subsídio para termelétricas

Sem direito a se recusar a bancar o privilégio, os brasileiros vão pagar R$20,1 bilhões somente em 2020 para a Conta de Desenvolvimento Energético, espécie de fundo para subsidiar o setor elétrico. O detalhamento feito pelo economista Daniel Lima desmonta a trama da Aneel contra energia solar: o valor do subsídio para termelétricas movidas a diesel é o triplo do previsto para energia solar em 2022. Entre 2011 e 2013, a energia de hidrelétricas caiu de 91,2% a 79,2% da geração no Brasil. Já a das termelétricas passou de 8,4% a 19,8%. Enquanto leilões de energia solar e eólica registram os menores preços história, abaixo de R$ 100/MWh, nas termelétricas passam dos R$ 200.

 

Recriando pasta

Para abrigar a atriz Regina Duarte no governo federal, o presidente Jair Bolsonaro avalia recriar o Ministério da Cultura, segundo interlocutores do Planalto. A leitura do governo é que o nome da atriz é muito reconhecido para um status de secretaria, que era comandada até sexta-feira pelo dramaturgo Roberto Alvim. Ele foi demitido do cargo após protagonizar um vídeo com referências ao nazismo. Bolsonaro e Regina Duarte devem se encontrar hoje, no Rio de Janeiro. O presidente já tinha agendas marcadas na capital fluminense – às 10h, ele se encontra com o prefeito Marcelo Crivella.

Cerveja contaminada

 

Altamente tóxico, o dietilenoglicol, agente químico encontrado nas cervejas da indústria mineira Backer, segundo a investigação em curso em Minas, está envolvido com episódios de envenenamento em massa que causaram mais de 750 mortes em 10 países. A substância foi encontrada nas cervejas da indústria mineira Backer e está associada à intoxicação de 19 pessoas, sendo que quatro delas morreram. Apesar do caso Backer, a maior parte das ocorrências de intoxicação pela substância estava relacionada a preparações farmacêuticas.

 

Livro irrita presidente

O livro Tormenta – O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos, da jornalista Thaís Oyama, que revela os bastidores da atual gestão no palácio do Planalto, irritou o presidente. Após repercussão da obra, que acaba de ser lançada, Bolsonaro criticou a jornalista, dizendo que a imprensa deveria “tomar vergonha na cara” e afirmou que ela, “no Japão, ia morrer de fome”, fazendo uma referência ao sobrenome e ascendência asiática de Thaís Oyama.Tormenta mostra como Bolsonaro chegou ao comando do país e fatos curiosos do primeiro ano de mandato.

 

Assinaturas até fevereiro

Os criadores do Aliança pelo Brasil, partido político que o presidente Jair Bolsonaro quer tirar do papel, acreditam que será possível ter todas as assinaturas necessárias a favor da criação da legenda já no início do próximo mês. São necessários 492 mil apoiamentos distribuídos proporcionalmente pelo Brasil para que o registro possa ser feito ao Tribunal Superior Eleitoral. “A meta era a do Distrito Federal, cumprir em fevereiro, daqui a duas semanas. Acho que até fevereiro a gente resolve o Brasil. Vamos trabalhar para isso. Receber os apoiamentos eu garanto.

 

Gastos com patrocínio

A Petrobras distribuiu mais de R$1,77 bilhão em generosos patrocínios na última década. A maior parte, R$ 1,05 bilhão, foi entregue em apenas dois anos: 2013, início oficial da crise política e dos protestos de rua, e 2014, auge do esquema de corrupção revelado pela Lava Jato, e ano da reeleição da petista Dilma. Na meia década de Dilma foram realizados 76% dos gastos. Procurada, a Petrobras se recusou a comentar a redução atual e os gastos recordes durante governo do PT. A informação é de Cláudio Humberto, colunista do Diário do Poder. Só as escolas de samba do Rio ganharam R$24 milhões para desfiles de 2014 e 2015. No GP Brasil de 2014, foram mais R$ 21,8 milhões.

Nova regras dificultam eleição para o legislativo

 

Uma das principais mudanças que serão implementadas nas eleições municipais desteano é o fim das coligações proporcionais na disputa pelas Câmaras Municipais. As novas regras foram definidas no Projeto de Emenda à Constituição aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo ex-presidente Michel Temer.

A nova regra vai permitir a formação de coligação apenas na disputa pelo Poder Executivo. Conforme o texto sancionado, fica “assegurada aos partidos políticos autonomia para definir sua estrutura interna e estabelecer regras sobre escolha, formação e duração de seus órgãos permanentes e provisórios e sobre sua organização e funcionamento e para adotar os critérios de escolha e o regime de suas coligações nas eleições majoritárias, vedada a sua celebração nas eleições proporcionais”.

Uma das consequências da nova regra é impedir que candidatos com baixíssimas votações possam chegar ao poder legislativo. Pelas regras antigas, o sistema de quociente eleitoral permitia que a votação de um candidato pudesse influenciar a eleição de um nome que obteve poucos votos, fato que sempre provocou controvérsias e críticas.

Partidos de menor expressão encontrarão dificuldades para conquistar vagas de vereador e podem até mesmo desaparecer se não optar por fusão com outras legendas. Caso contrário, as pequenas legendas certamente serão eliminadas nesta eleição, porque elas dependeram historicamente das coligações proporcionais com partidos médios e partidos grandes. Por meio das coligações, elas conseguiam atingir o quociente eleitoral. Agora, sozinhos, sem coligações, os puxadores de votos não conseguirão se eleger por maiores que sejam suas votações por não atingirem o quociente eleitoral pela legenda partidária.

É justamente pela mudança nas regras eleitorais que vereadores com assento na atual legislatura analisam a possibilidade de aproveitar a janela partidária para mudar de partido em busca de legendas maiores, com nomes que possam puxar votos. Paulo Eustáquio, Mauro Ivan, Ricardo Sabino e até mesmo Maria Cecilia Opipari analisam as chances de reeleição e não descartam mudança de legenda.

O PSC, por exemplo, que na eleição anterior por integrar uma coligação, conquistou duas cadeiras na Câmara (Marcelo Heitor e Carlos Roberto), na opinião de alguns analistas enfrentará séria dificuldade agora para continuar com dois representantes no legislativo. O mesmo ocorre com o Partido dos Trabalhadores que foi esvaziado com a saída do ex-prefeito Eloisio Lourenço e alguns de seus seguidores que juntos com ele migraram para o PSB.

Vale lembrar que nesta eleição teremos o acréscimo na disputa de pelo menos quatro legendas com potencial para conquistar vagas no legislativo, a começar do Partido Novo, que tem um forte candidato a prefeito com o apoio do governador, o Progressistas (antigo PP), que está sendo reformulado pela presidente Regina Cioffi e promete lançar candidatos também para o comando do executivo, além do PRP (Republicanos), do deputado Mauro Tramonte, que tem apoio da Igreja Universal e o próprio PSB que se lançar Eloisio como candidato a prefeito reúne chances de conquistar pelo menos duas cadeiras na Câmara para a próxima legislatura.

 

Corredor polonês

Como acontece todos em todos os finais de semana. quem foi à missa na Basílica Nossa Senhora da Saúde para assistir à missa das 7h30 na manhã de ontem se viu obrigado a passar por um verdadeiro corredor polonês, formado pelos desocupados (quinze) que, acompanhados de pelo menos quatro cães, ocupavam as laterais do acesso a igreja.

Cambaleando e com palavras desconexas, alguns deles interpelavam os fiéis, principalmente os idosos, de maneira agressiva, pedindo as famosas “moedinhas”. Diante da negativa em atender, algumas pessoas eram xingadas e até “amaldiçoadas” pelos desordeiros, também conhecidos como “pessoas em situação de rua”.

Enquanto isso, boa parte do efetivo da Guarda Municipal estava desde cedo dando apoio aos agentes de trânsito nas interdições para a prova ciclística da Comarca que impediu o trânsito em boa parte das principais vias da área central.

Quanto aos agentes da secretaria de promoção social, estes, com certeza deviam estar em casa descansando, até porque ninguém é de ferro, né mesmo?

 

Nada a ver…

Não dá para concordar com o slogan que diz Poços Voltando a Ser Poços. A Poços que queremos e a que conhecemos não era assim, não tinha uma mini cracolândia na principal área verde da cidade (Parque José Afonso Junqueira), onde os viciados adquirem drogas com facilidade até mesmo em trailer de lanches. Segundo noticiário policial, a polícia prendeu neste final de semana o dono de um deles, junto com o seu funcionário, vendendo drogas.

Na noite de sábado para domingo, vários carros estacionados na Rua Rio de Janeiro tiveram os vidros quebrados e objetos de valor foram furtados do interior dos veículos cujos proprietários estavam se divertindo no New York Pub.

Conexão – Combo Digital – É tudo Fibra

Editorial enaltece trabalho do governador

 

O empresário Vittório Medioli, dono do jornal O Tempo e prefeito de Betim, não demonstra muito simpatia pelo governo de Romeu Zema e seu jornal tem sido crítico em alguns pontos ao trabalho que vem sendo feito pelo governador. No editorial deste domingo, no entanto, o empresário rendeu-se ao que ele denominou Marca Zema.

Medioli cita as recentes sondagens de opinião pública que avaliam como muito positivo este primeiro ano do governador do Partido Novo que assumiu um Estado quebrado, totalmente comprometido financeiramente, mas que soube com seu jeito simples tanto no vestir, como no de governar, conquistar a população, principalmente do interior, assim como a classe média e os profissionais liberais.

Segundo o empresário, os mineiros gostam deste tipo despojado, simples, sem arrogância ou deslumbre com o cargo e isso tem ajudado o governador a driblar os problemas, aliado a habilidade de Romeu Zema em conduzir os interesses governamentais junto à classe politica.

“Se nos governos anteriores, predominava a vontade de não fazer, de empurrar para nunca a pretexto qualquer, hoje, Otto Levy, secretário de Planejamento do Estado, tem realizado com competência a retirada das inúmeras pedras que não deixaram chegar as soluções”, diz Medioli em seu editorial.

 

Candidaturas

E por falar no Novo, partido do governador, segundo uma fonte da capital, apenas dois diretórios em Minas conseguiram aprovar, pelo menos numa primeira etapa, os candidatos para disputar o comando das prefeituras. O partido aprovou pré-candidatos apenas na capital, Belo Horizonte, e em Poços de Caldas, onde o coronel Frederico já está oficialmente liberado para a disputa.

Se o processo fosse encerrado hoje, sem uma segunda chance para as demais cidades onde o partido conseguiu formar diretório, a legenda do governador estaria presente apenas nestas duas cidades.

Acredita-se, no entanto que para não ficar resumido apenas a duas candidaturas, o partido possa dar uma segunda chance aos inscritos para que o Novo se faça presente também em outros municípios, entre eles, Araxá, terra do governador.

 

Investida na capital

O apresentador e deputado estadual Mauro Tramonte parece mesmo disposto a enfrentar o prefeito Alexandre Kalil nas urnas. Ele conseguiu convencer o empresário Fabiano Cazeca, dono da Multimarcas Consórcios e vice-presidente do PROS no estado, a transferir o seu título de eleitor de Itapecerica para Belo Horizonte. Com isso, ele pode compor a chapa ao lado de Tramonte. O apresentador, que é de Poços de Caldas, transferiu seu título eleitoral para a capital mineira no ano passado. (Nota transcrita do Blog do PCO, publicado ontem).

Mais uma…

 

Mais uma licitação adiada. A Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas está publicando na edição de hoje do Diário Oficial do Município, comunicado informando que em virtude de pedidos de esclarecimentos relativos a impugnação  do edital, alteração de localização da execução dos serviços de destinação final de resíduos sólidos urbanos e rurais coletados no município, com transbordo até o aterro sanitário classe II, a data prevista de abertura das propostas marcada para o dia 23 de janeiro foi adiada. Comunica ainda que um novo edital será publicado no dia 27 de janeiro e que a abertura das propostas acontecerá em 10 de fevereiro.

 

Nova publicação

Por conter incorreções está sendo publicada novamente hoje no Diário Oficial a listagem contendo os nomes dos candidatos inscritos deferidos e indeferidos ao cargo de diretor do Departamento Técnico e Cientifico da Fundação Jardim Botânico. O erro é que na portaria anterior, publicada no dia 9, estava escrito que o processo para a escolha do novo diretor seria por licitação, enquanto na realidade se dará através de um processo seletivo.  De acordo com a lista divulgada pelo Diário Oficial, mais de 100 pessoas se inscreveram para o cargo, sendo que deste total 40 tiveram os nomes deferidos para avaliação curricular.

 

Estranha proibição

Ocupantes de cargos de confiança, que devem deixar o governo em razão das pretensões políticas neste ano eleitoral, não podem gravar vídeos, em seus cargos e postar em suas páginas nas redes sociais. Dizem que a determinação partiu da cúpula que comanda a administração municipal e a quem diga que a medida tem endereço certo, atingindo principalmente o vice-prefeito,Flávio Faria, e o secretário Thiago Biagioni, dois possíveis candidatos na próxima eleição como prováveis adversários do prefeito Sérgio.

 

De olho no voto

Consta que o prefeito Sérgio Azevedo tem estado com sua agenda repleta de compromissos externos, visitando com mais frequência os bairros. A orientação teria partido de estrategistas da campanha, visando a sua reeleição. Dizem também que o prefeito foi orientado a se mostrar mais alegre nos eventos e deixar a fisionomia carrancuda de lado uma vez que a essa postura espanta os eleitores.

13 de janeiro de 2020

Entrevista com o prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo

Inscrições para o Banho à Fantasia

A Secretaria Municipal de Turismo abriu as inscrições para o concurso Banho à Fantasia, um dos mais tradicionais eventos do carnaval poços-caldense. Este ano, o evento vai ser no Domingo de Carnaval, dia 23, nas piscinas do Country Club, a partir das 15h.

O regulamento está disponível no link http://bit.ly/2R3gwRC. A inscrição deve ser realizada das 12h às 17h, na Secretaria de Turismo (Fepasa), até o dia o dia 7 de fevereiro. Está é 39ª edição do concurso. Os participantes usam fantasias feitas de papel crepom e depois pulam na piscina. As categorias são infantil feminino, infantil masculino, infantil conjunto, adulto feminino, adulto masculino e adulto conjunto. Na categoria infantil, o concorrente deve ter até 13 anos completos na data de inscrição.

Desfile

Cada participante ou grupo tem três minutos para se apresentar aos julgadores. Os concorrentes devem saltar na piscina após a apresentação individual de todos os inscritos na categoria. A comissão julgadora avalia beleza, originalidade, confecção e evolução.

Premiação

São premiados em dinheiro os três concorrentes que receberem a maior pontuação individual, dentro de cada categoria. Os concorrentes até a quinta colocação recebem troféus.

Uniformes oficiais para a temporada 2020

Na tarde deste sábado ocorreu na Cervejaria Gorillaz o lançamento oficial dos uniformes de jogo da Caldense para a temporada 2020. O evento teve o intuito de apresentar os uniformes de jogo, anunciar os patrocinadores do time e entregar as camisas exclusivas e carteirinhas aos sócio-torcedores.

Os novos materiais esportivos continuam sendo da fornecedora Duson. A apresentação revelou as camisas 1 e 2, meiões, calções e uniformes de goleiro. A versão 2020 da camisa da Veterana é inspirada no modelo usado pelo clube em 1929, mesclando elementos utilizados por equipes alemãs nos últimos anos. O uniforme conta com listras verticais sutis em três tons de verde, com detalhes em branco nas mangas e na gola. Os goleiros terão três opções de cor: prata, verde euro e azul marinho.

As peças foram exibidas com desfile de jogadores do elenco, os goleiros Alyson, Fraga e o jovem João Vitor que faz teste no Verdão, além do zagueiro Lucas Mufalo e do centroavante Mariotto. Em 2020, a Caldense terá o apoio das empresas Max Shop, Vogo Empreendimentos, Consórcio Embracon, Unimed Poços de Caldas, Clube de Empresários, SestSenat, Cervejaria Gorillaz e Duson.

Grande parte dos mais de torcedores que aderiram ao plano “Arriba Caldense” marcaram presença para acompanhar de perto a apresentação e receber uma camisa especial e a carteirinha. Os que não puderam comparecer poderão retirar os itens de segunda a sexta na sede social do clube em horário comercial.

Após a apresentação, toda a linha de material foi colocada à venda com preço promocional ao público presente. O preço oficial das camisas será de R$ 139,90. As peças serão vendidas nos jogos da Caldense em Poços e nos pontos de venda oficias. A partir de sexta-feira o material esportivo da Veterana estará sendo vendido na loja Esporte Moraes, localizada na Rua Pernambuco em frente a sede social do clube e na Max Shop, na Rua Assis Figueiredo 1342.

O plano de sócio-torcedor da Caldense para a temporada 2020 oferece acesso à todos os jogos com mando de campo da Veterana no Campeonato Mineiro e na Série D. Além de uma camisa exclusiva para os 500 primeiros que aderirem e muitos benefícios. Tudo isso por taxa única de 160 reais em até quatro vezes no cartão. Os planos podem ser feitos pelo site www.arribacaldense.com.br ou na sede social do clube.

 

Contratados dois atacantes

A Caldense contratou dois reforços no setor de ataque para o Campeonato Mineiro 2020. O centroavante Luís Henrique e o atacante Marco Damasceno. Ambos jogadores se apresentaram no Ninho dos Periquitos, fizeram avaliações e treinaram normalmente com o grupo.

Luís Henrique Martins dos Santos é natural de Laranjal Paulista, no interior de São Paulo, tem 21 anos e 1,77 m. Atuou por todas as divisões de base do Desportivo Brasil, até subir para o profissional na Ferroviária. Depois foi emprestado ao Portimonense de Portugal, na sequência retornou para a equipe de Araraquara-SP.

Já Marco Gabriel Damasceno Alves nasceu em Brasília-DF, tem 23 anos e 1,72 m. Fez base no Atlético-PR, onde foi promovido ao profissional e realizou diversas partidas até ser emprestado ao Sampaio Corrêa. Depois foi para o Londrina e defendeu algumas equipes do interior paulista, entre elas Osasco Audax, Ferroviária e Linense, seu último clube.

Confira a ficha técnica dos atletas:

Luis Henrique: Nome: Luis Henrique Martins dos Santos; Posição: Atacante; Cidade: Laranjal Paulista-SP; Altura: 1,77; Nascimento: 07/03/1998; Clubes: Desportivo Brasil, Atlético-PR, Portimonense, Ferroviária

Marco Damasceno: Nome: Marco Gabriel Damasceno Alves; Posição: Atacante; Cidade: Brasília-DF; Altura: 1,72; Nascimento: 11/04/1996; Clubes: Atlético-PR, Sampaio Corrêa, Londrina, Osasco Audax, Ferroviária, Linense

 

Um jogo por rodada entre equipes pela internet

Na noite de quinta-feira (16), foi realizada a cerimônia oficial de lançamento do Campeonato Mineiro 2020 na sede do Minas Tênis Clube em Belo Horizonte. O evento foi organizado pela FMF em parceria com a Globo e o jornal O Tempo. Ao final da competição serão premiados os melhores jogadores por posição, craque, melhor técnico e melhor árbitro.

Estiveram presentes representantes da Federação Mineira de Futebol e de alguns clubes. Tradicionalmente, em cada rodada, são transmitidos os jogos de Cruzeiro, Atlético e América pelo Premiere, além de alguns pela Globo Minas e/ou SporTV, envolvendo sempre as equipes da capital. A grande novidade desta temporada é que a cada rodada uma partida entre equipes do interior será exibida ao vivo pelo globoesporte.com.

“A Globo, que detém os direitos exclusivos de transmissão do Campeonato Mineiro, vai usar seu canal de internet, o globoeporte.com, para prestigiar os clubes do interior, transmitindo a cada rodada um jogo envolvendo equipes do interior” – comentou o presidente da Federação Mineira de Futebol, Adriano Aro.

A lista completa com as partidas que serão transmitidas ainda não foi divulgada, entretanto a assessoria da FMF informou que o jogo entre URT e Caldense, no dia 29 de janeiro às 20 horas, será exibido ao vivo, com narração e imagens abertas ao público, direto de Patos de Minas. (Renan Muniz).

Fechar Menu