Vice vai a posse de presidente argentino

O presidente Jair Bolsonaro admitiu, no início da noite desta segunda-feira, que pedidos do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e de outras autoridades o fizeram mudar de ideia e enviar o vice Hamilton Mourão para a posse de Alberto Fernández na Argentina.   Bolsonaro reforçou que adotou uma decisão pragmática, considerando as relações comerciais com o país vizinho. Segundo ele, a ida de Mourão é uma sinalização de que não está “fechando as portas para a Argentina”.

Pedido de desculpas

A Petrobrás vai enviar até o final de dezembro cartas com pedidos de desculpas a cerca de dois mil empregados que foram investigados pela Operação Lava Jato e até hoje não tinham sido comunicados sobre o desfecho dos processos. De acordo com o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, “inocentes foram perseguidos” durante as investigações, e cabe a ele agora pedir desculpas. “Em lugar de somente serem investigadas e punidas as pessoas que realmente cometiam atos dolosos, inocentes foram perseguidos. Essas pessoas foram investigadas e sequer tiveram direito de serem informadas sobre sua inocência ou se aquele processo havia sido inconclusivo”, afirmou Castello Branco em evento na Petrobrás no Dia Internacional Contra a Corrupção.

Demissões por corrupção

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema destacou resultados alcançados no combate à corrupção, durante seu primeiro ano de governo, entre eles o aumento de 147%, no número de desligamentos e demissões ligados a atos de corrupção, em relação a 2018. As declarações foram dadas na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, durante seminário sobre o Dia Internacional de Combate à Corrupção. Romeu Zema explicou que as perdas de cargos foram resultado do trabalho da Controladoria-Geral do Estado, que, segundo o governador, atuava “amordaçada”, no governo de Fernando Pimentel.

Mudanças na Previdência

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou na tarde desta segunda-feira que o processo de mudança do sistema previdenciário brasileiro não se esgota com a reforma aprovada pelo Congresso em outubro, e que o governo espera que a Câmara inclua estados e municípios nas novas regras da aposentadoria. A proposta consta da chamada PEC Paralela, proposta de emenda à Constituição já aprovada pelo Senado.

Greve dos caminhoneiros

Líder dos caminhoneiros autônomos, Marconi França afirmou que, à 0h da próxima segunda-feira, “pelo menos 70%” dos cerca de 4,5 milhões de profissionais autônomos e celetistas vão parar em todo o país. O motivo é a insatisfação da categoria com o governo de Jair Bolsonaro, que, segundo França, não cumpriu o que prometeu aos trabalhadores. “O governo não cumpriu nada do que prometeu. O preço do óleo diesel teve 11 altas consecutivas, em 2019. Não aguentamos mais ser enganados pelo senhor Jair Messias Bolsonaro, que protege o agronegócio e diz que o caminhoneiro só sabe destruir rodovias“, reclamou França.

Culpa da entressafra

O presidente Jair Bolsonaro disse que o preço da carne no mercado brasileiro ocorre por conta da “entressafra” e que os preços devem se auto regular.  “Tô levando pancada sobre o preço da carne. Estamos em uma entressafra, vai diminuir esse preço”, apontou. Bolsonaro falou ainda sobre a alta dos combustíveis. Ele ressaltou que “lobbies” e “cartéis” contribuem para o aumento. “Tem lobbies, tem cartéis que não são fáceis. Muitas decisões passam pelas agências reguladoras”, emendou o chefe do Executivo.

Caindo na malha

Por causa de inconsistências nas informações prestadas ao fisco, 700.221 mil contribuintes tiveram as declarações do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física 2019 retidas na temida malha fina. A quantidade corresponde a 2,13% do total de 32.931.145 declarações que foram enviadas neste ano. Caso o contribuinte não esteja no 7º e último lote de consulta do IR, e não apareceu nos anteriores, significa que ele está na malha fina. Se esse for o caso, é preciso corrigir os problemas com a Receita Federal, porque as restituições são pagas somente após a questão ter sido resolvida

Aluguel de carros

Sem muito alarde, a Volkswagen começou a testar há cerca de duas semanas um complemento ao serviço oferecido pelas concessionárias da rede. Por enquanto, apenas uma unidade São Paulo, testa o modelo. Batizado de VW Move, o projeto oferece locação de veículos da montadora pelo prazo mínimo de uma hora. O objetivo, conta Fabio Rabelo, gerente-executivo de Digitalização e Novos Modelos de Negócios da Volkswagen América do Sul, é melhorar a mobilidade para o cliente que tem de deixar seu carro na concessionária para a revisão ou algum outro tipo de reparo e fica sem uma alternativa satisfatória para se locomover.

Imposto sindical

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, foi enfático ao voltar a negar nesta segunda-feira, que o governo patrocinará qualquer projeto que proponha o retorno do imposto sindical. “Eu sou o Rogério Marinho, relator da reforma trabalhista. Eu paguei um preço (não ser reeleito) pelo fim do imposto sindical. Em nenhum momento defendemos no passado, defendemos agora ou defenderemos no futuro a volta dessa obrigatoriedade”, respondeu.  O governo estuda enviar ao Congresso uma proposta de reforma sindical e criou um grupo de trabalho, coordenado por Marinho

Transparência

Foram sancionadas pelo governador e publicadas no Diário Oficial de Minas Gerais duas normas que visam a aumentar a transparência na prestação de serviços.Os hotéis e demais meios de hospedagem a partir de agora devem comunicar ao cliente, no ato da reserva (presencial, por telefone ou pela internet), os preços das diárias, serviços inclusos e taxas adicionais relacionadas aos serviços e produtos oferecidos.O descumprimento passa a sujeitar o infrator, no que couber, às sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor.

09 Dez 2019

“Poços em Debate”, analisando os principais assuntos da semana. Participe pelas páginas da TV Elo, Rádio Polli e Blog do Polli.

Parte 2

Zona de conforto

O aditamento do contrato com a empresa de transporte coletivo por 6 meses deu fôlego para a administração municipal, mas o vereador Paulo Tadeu não acredita que haja tempo, neste período, para que ela ocorra. “Não acredito e vou dizer mais, eles entraram de novo na zona de conforto. Não publicaram até hoje os esclarecimentos no edital, não acredito que façam isto a tempo. Vão publicar um novo edital que também vai ser motivo de contestação e observações e, sem dúvida nenhuma, não vai dar tempo.Nem nestes 6 meses ele vai fazer, na minha opinião. É uma situação extremamente delicada”, alertou.

 

MP cumpre o seu papel

Para o vereador é importante colocar que o Ministério Público está fazendo o seu papel e que não se trata de picuinha e nem perseguição, porque o promotor não só avisou como dialogou o tempo todo, tendo promovido uma reunião do Legislativo com o Executivo na Câmara para que o assunto fosse discutido. “Agora é importante chamar a atenção da população para dizer que a Câmara Municipal não está cumprindo seu papel e os vereadores, individualmente, podem ser advertidos”, alertou. Paulo Tadeu disse que há uma situação limite para a fidelidade política e que buscar, através de uma Comissão Especial de Inquérito, analisar possíveis irregularidades ou, eventualmente, abrir possibilidade concreta do Executivo se explicar e convencer, não significa deixar de ser fiel aos princípios que nortearam a ampla aliança que se tem dentro da Câmara.

“O vereador quando assume faz um juramento e não pode simplesmente esquecer este juramento, porque neste momento ele abre mão de sua figura de poder independente, de vereador, para se colocar como escudeiro do prefeito”, afirmou. Paulo Tadeu disse que lá na frente, se comprovadas as irregularidades, o que ele acredita que vai acontecer, os culpados poderão ser penalizados.

 

Projeto inconstitucional

Será votado hoje no plenário da Câmara o parecer do relator, vereador Marcelo Heitor, da Comissão de Justiça, Legislação e Redação Final, pela rejeição ao projeto de concessão de benefícios no âmbito do Programa Municipal de Habitação Popular, na regularização dos débitos vencidos decorrentes das prestações em atraso sem osacréscimos de juros, conforme propõe a administração municipal. O parecer aponta pela rejeição, sob a alegação de que a proposta é inconstitucional. Na votação de hoje somente se o parecer for rejeitado pela maioria dos vereadores em plenário é que o processado prosseguirá transcorrendo normalmente no legislativo, caso contrário, será engavetado.

Conexão – Combo Digital – É tudo Fibra

Mais um…

Outro projeto de lei encaminhado pelo executivo para a Câmara que recebeu parecer contrário do relator Joaquim Alves, da Comissão de Justiça, diz respeito ao projeto de lei que autoriza adesão do município de Poços de Caldas no Consórcio Público para Gestão Integrada na destinação adequada aos resíduos sólidos urbanos.A proposta será colocada em votação em plenário na sessão ordinária desta terça-feira. devendo ser rejeitada pela maioria dos vereadores.

Os dois projetos considerados inconstitucionais pela Comissão de Justiça da Câmara Municipal é mais uma demonstração de que o gabinete do chefe do executivo não vem sendo bem assessorado no setor jurídico. Vários são os projetos rejeitados que já foram rejeitados pelo legislativo e muitas vezes até mesmo devolvidos ou retirados de pauta por conter incorreções.

 

Carreata a favor da sexta aula

Um movimento nas redes sociais e nas cinco escolas onde a sexta aula foi extinta pela Secretaria de Educação, está convocando um protesto contra a titular da pasta e o prefeito com o argumento que a sexta aulafoi um ganho que garante aos estudantes uma melhor qualidade de ensino e condições de saírem melhor preparados para o Ensino Médio. Além disso, o Plano Decenal Municipal de Educação prevê o aumento gradativo de tempo de permanência dos estudantes nas unidades escolares.

A retirada da sexta aula fere o direito de educação pública de qualidade, além de ser uma decisão arbitrária, pois as unidades escolares e suas respectivas comunidades não foram consultadas. O movimento está organizando uma carreata para esta quarta-feira às 18 horas, com saída do pátio de estacionamento do estádio municipal e pede para que os participantes levem nuget branco e bexigas pretas!! É mais uma ação contra o governo do PSDB que realmente não vive um bom momento.

 

Pagamento com cartão de crédito

Em regime de urgência, a pedido do Executivo, os vereadores votam na tarde desta terça-feira, projeto de lei que dispõe sobre o recebimento de receitas e tributos pelo município de Poços de Caldas através de cartão de débito e crédito e dá outras providências.

Depósito de papelão

Quem passa todo final de tarde em frente a Prefeitura Municipal, na avenida Francisco Salles, vai se deparar embaixo das colunas do monotrilho, com um amontoado de caixas de papelão ali colocadas por catadores de produtos recicláveis. Não bastasse a poluição visual em pleno centro da cidade, o depósito é uma verdadeira afronta ao poder executivo.

Isso para não falar das estações do monotrilho, transformadas em dormitório por moradores em situação de rua, como é o caso da localizada defronte ao supermercado Fonseca.

Para uma cidade que no passada tinha orgulho em propagar pelo resto do país que não tinha mendigos, graças a atuação do S.O.S. a situação hoje é vergonhosa, mesmo com a prefeitura dispondo de uma secretaria de promoção social.

 

Enguiçados…

A vereadora Maria Cecilia Opipari apresentou requerimento cobrando da administração o envio para a Câmara Municipal do projeto de lei que trata da revisão do Plano Diretor. Esta é mais uma promessa enguiçada do governo comandado pelo engenheiro civil Sérgio Azevedo, que como servidor de carreira sabe perfeitamente a importância desta lei para o planejamento da cidade.

Desde o início do seu governo, três anos atrás, o prefeito vem prometendo encaminhar para o legislativo o projeto que ele mesmo retirou no último mês do governo anterior, quando estava pronto para ser votado.

Além do Plano Diretor estão enguiçados na administração o Plano de Mobilidade Urbana; licitação para a concessão do transporte público; solução para o Monotrilho que agora é da Prefeitura, destinação final do lixo coletado na área urbana; projeto de lei que cria o regime jurídico dos estatutários; obras de saneamento e infraestrutura para melhoria do trânsito, prometidas após a Câmara autorizar empréstimo junto à Caixa Federal de R$ 94 milhões; revisão (correta) da planta genérica de valores para cobrança do IPTU. Só isso.

Prefeitura garante distribuição de kits escolares

A distribuição do Vale Educação, que assegura material escolar para os aproximadamente 20 mil alunos da rede municipal de ensino de Poços de Caldas, será realizada nas próprias escolas ou centros de educação infantil municipais, de acordo com a programação de cada unidade.

Para 2020, até o momento quatro estabelecimentos assinaram o aditivo contratual para a entrega dos kits escolares: Papelaria Vitória, Karambollas, Real e Brinquedão. O anúncio foi feito pelo prefeito Sérgio Azevedo na última sexta-feira (6), durante reunião com os representantes dos estabelecimentos comerciais, realizada na Secretaria Municipal de Governo e no gabinete, que contou também com a presença da secretária municipal de Educação, Maria Helena Braga, da adjunta Daniela Volpi, do secretário de Governo, Celso Donato e da secretária de Administração e Gestão de Pessoas, Ana Alice de Souza.

O kit escolar contém os materiais necessários para o ano letivo de 2020, de acordo com as necessidades de cada nível de ensino. Os itens que compõem os kits escolares são os mesmos em relação à descrição e quantitativo de 2019. Serão distribuídos mais de 19 mil kits aos alunos matriculados na rede municipal de ensino, desde a educação infantil até o ensino médio, com investimentos de aproximadamente R$ 2 milhões.

“O kit escolar representa tranquilidade para as famílias, que não precisam gastar com o material escolar dos filhos matriculados na rede municipal, além de garantir também produtos de qualidade e adequados para cada faixa etária”, destaca o prefeito Sérgio Azevedo.

Papelarias que já assinaram a renovação do credenciamento para 2020:

Papelaria Karambollas – Endereço: Av. Eduardo Luciano Marras, 10 – Conjunto Habitacional.

Papelaria Vitória – Endereço: Avenida Antônio Togni, 1999 – Loja 2 – Vila Cruz.

Brinquedão – Endereço: Rua Assis Figueiredo, 1309 – Centro.

Papelaria Real – Endereço: Rua Marechal Deodoro, 488 – Centro.

Câmara realiza segunda sessão solene de Títulos

Nesta quarta-feira, às 20h, no Plenário, a Câmara de Poços realiza nova sessão solene para entrega de Títulos de Cidadania Poços-caldense. Sete pessoas recebem a honraria na segunda cerimônia de 2019.

Ao todo, são três sessões solenes neste ano e 25 homenageados. A primeira solenidade ocorreu no dia 29 de novembro e a última está agendada para 19 de dezembro.

As sessões solenes são promovidas desde a década de 60. A indicação dos vereadores é feita através de um Projeto de Decreto Legislativo, analisado pelas Comissões de Justiça e de Concessão de Homenagens e depois colocado em votação.

Homenageados

Rogério de Faria (Ver. Álvaro Cagnani)

Pr. Flávio Souza (Ver. Wilson Rodrigues)

José Roberto Muniz (Ver. Lígia Podestá)

Dr. José Henrique Mallmann (Ver. Mauro Ivan de Oliveira)

Ten. Cel. BM Edirlei Viana da Silva (Ver. Paulo Eustáquio de Souza)

Dr. Décio Caiubi Rodrigues Lemos (Ver. Carlos Roberto de Oliveira Costa)

Pr. Bruno Nessin Cordeiro Silva (Ver. Marcelo Heitor)

 

Captação de Recursos faz balanço positivo do Dia de Doar

Em contraponto ao Black Friday, no dia 3 de dezembro, aconteceu o Dia Nacional de Doar. O objetivo é promover um país mais generoso e solidário, por meio da conexão de pessoas com causas.

Em Poços, durante todo o Dia, a Santa casa realizou blitz na área central para chamar atenção para o tema. A equipe do setor de Captação de Recursos ofereceu rifas, cadastro para doação em conta de energia, entre outras opções.

“É importante tirar esse tipo de campanha das redes sociais e levar para as ruas. É diferente a pessoa estar no trânsito e ser parada no sinal, igual a gente fez. Ver uma faixa, ver um cartaz.  O apelo fica mais forte e a gente humaniza até esse contato com a Captação de Recursos. Às vezes a pessoa quer tirar alguma dúvida, quer perguntar alguma coisa sobre a entidade. Ou ela só prefere fazer a doação de forma presencial e nem sempre dá tempo pra ir ao Hospital. Por isso, é bom que as entidades façam esse contato”, explica o responsável pelo setor de Captação de Recursos do Hospital, Lucas Della Testa.

“Essa campanha do Dia de Doar foi muito legal, conseguimos falar das campanhas que a gente já tem, tanto da conta de energia, quanto da campanha do Clube de Vantagens. Falamos também da possibilidade da pessoa fazer a doação com recurso do Imposto de Renda, que é um dinheiro que iria para o Governo Federal e a pessoa pode escolher ajudar os projetos da cidade via fundos dos conselhos de direitos. O pessoal doou em dinheiro, teve a oportunidade de comprar a rifa que nós estamos fazendo do Escort 94, além de conhecer nossa plataforma Colabore, onde a pessoa entra no site santacasapc.colabore.org e pode fazer uma doação através de cartão de crédito ou gerando um boleto”, finaliza Lucas.

SADA/NEEV/Argos fica com o título de Vôlei Feminino

 

Entre os dias 4 e 8 de dezembro, aconteceu na sede da Associação Atlética Caldense, o Campeonato de Vôlei Feminino Sub-15 Feminino. A exemplo da categoria Sub-17 realizada no clube em outubro, o time SADA/NEEV Argos, de Contagem, foi novamente campeão, vencendo dessa vez o Dentil/Praia Clube de Uberlândia na final por 3 a 0, com parciais de 25 a 18, 26 a 24 e 26 a 24.

Dez equipes participaram divididas em duas chaves de cinco, todos os jogos foram realizados no Ginásio Ronaldo Junqueira. Chave A: Associação Atlética Caldense (Poços de Caldas), Mackenzie Esporte Clube (Belo Horizonte), Olympico Club (Belo Horizonte), SADA/NEEV/Argos (Contagem) e Lavras Tênis Clube (Lavras). Chave B: Dentil/Praia Clube (Uberlândia), Catiguá Tênis Clube (Patrocínio), CRES (Varginha), Usiminas/Consul/Usipa (Ipatinga) e Minas Tênis Náutico Clube (Belo Horizonte).

A Veterana estreou contra o Olympico Clube de Belo Horizonte e, apesar de ter vencido o primeiro set, foi superada por 2 a 1. Depois enfrentou Mackenzie, também de Belo Horizonte, e o SADA, de Contagem. Nas duas partidas a Veterana sofreu revés por 3 a 0. Em sua última partida, o Verdão precisava vencer Lavras para ficar entre as quatro melhores equipes do grupo e avançar paras as quartas de final. Porém perdeu por 3 a 0 e não se classificou.

“Para a Caldense foi de grande importância participar desse estadual, as meninas vivenciaram jogos contra equipes tradicionais de Minas. Nosso intuito é fazer com que a Caldense se torne um clube forte no voleibol a nível estadual e estamos fazendo um planejamento para que possamos brigar por títulos nos próximos anos” – comentou o técnico Thomaz Fonseca.

 

Em jogo apertado, Caldense/Poços vence Itobi

O Ginásio Luiz Sodré Ayres, na sede da Associação Atlética Caldense, recebeu na manhã  de domingo (08), a grande final da Liga Sanjoanense de vôlei adulto masculino. A equipe alviverde, que leva o nome Caldense/Poços, enfrentou Itobi-SP e saiu vitoriosa por três sets a dois.

O jogo foi muito disputado. O Verdão venceu o primeiro set por 25 a 20, depois os visitantes venceram o segundo por 25 a 23. A Veterana novamente tomou a frente do marcador por 26 a 24 e sofreu o empate no quarto set por 25 a 19. Por fim a partida foi para o tie-break e a Caldense/Poços fez 15 a 10 e ficou com o título.

“Agradecemos a Prefeitura Municipal que através do projeto de Patrocínio Municipal nos proporcionou a participação dos torneios disputados este ano, onde tivemos o professor Bruno Pereira como proponente. A Stock Farma nos ajudou durante todo ano, juntamente com a Climepe Total. Parabéns aos atletas que estiveram nos treinamentos, mesmo com suas dificuldades pessoais, se colocaram à disposição do projeto” – comentou um dos responsáveis pela equipe, Thomaz Fonseca. (Renan Muniz).

Fechar Menu