Senado aprova divisão de recursos do leilão de petróleo

O Senado aprovou nesta terça-feira o projeto que define regras para a divisão, entre estados e União, dos recursos do mega leilão de petróleo marcado para 6 de novembro.

O texto-base foi aprovado por unanimidade, por 68 votos a zero. Um único destaque, que aumentava a parcela de recursos para os estados do Norte e do Nordeste, além do Distrito Federal, foi rejeitado pelos parlamentares. Com a derrubada, a votação foi concluída, e a proposta segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Quatro deputados do PDT e três do PSB

Quatro deputados federais do PDT e três do PSB anunciaram nesta terça-feira que vão pedir a desfiliação de seus respectivos partidos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).O grupo está na lista de parlamentares punidos pelas siglas por votar a favor da reforma da Previdência e contrariar a posição de seus partidos.

Anunciaram o desligamento de seus partidos:Tabata Amaral (PDT-SP);Marlon Santos (PDT-RS);Gil Cutrim (PDT-MA);Flávio Nogueira (PDT-PI);Felipe Rigoni (PSB-ES);Rodrigo Coelho (PSB-SC) e Jefferson Campos (PSB-SP).

Bolsonaro vs. Bivar

A bonita advogada de Jair Bolsonaro, Karina Kufa, garante que “já temos indícios de má gestão” no PSL. Ela acha que o partido (Bolsonaro quer abrir a caixa-preta da sigla administrada por Luciano Bivar) sempre foi “controlado de uma forma coronelista e individual” e não é possível que venha a ficar com mais de R$ 8 milhões por mês “para gastar como bem entende”.

Nem uma palavra

A Record foi a única emissora brasileira que não dedicou nem um segundo à canonização da Irmã Dulce, no Vaticano e tampouco à comitiva brasileira que viajou para o Vaticano para acompanhar a cerimônia.

13° para beneficiários do Bolsa Família

O presidente Jair Bolsonaro participou na tarde desta terça-feira do anúncio do 13° salário para beneficiários do programa Bolsa Família. Bolsonaro já havia adiantado a medida no início do governo. O pagamento do décimo terceiro será feito no mês de dezembro. À época, o Ministério da Cidadania, responsável pela gestão do programa, informou que o custo total com o pagamento extra seria de R$ 2,5 bilhões. Atualmente, mais de 13 milhões de famílias recebem o benefício.

Bando de ladrão

O ex-ministro Ciro Gomes ao passar por Belo Horizonte no início da semana, de onde foi para Barbacena e Manhuaçu, chamou de crime a privatização da Cemig pretendida pelo governador Romeu Zema (Novo). Em entrevista ao Estado de Minas, Ciro se referiu ao PT, com o qual já esteve unido, como “um bando de ladrão e mentiroso”. Disse acreditar que não terá Bolsonaro como concorrente em 2022 e também apostou em uma ruptura entre o presidente e o ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Minas pode quebrar

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema quer acelerar o referendo sobre a venda da Cemig e da Copasa. E joga todas suas fichas no “sim” dos mineiros para pressionar a Assembleia Legislativa a autorizar as duas privatizações. Detalhe: se “não falar mais alto, o governo de Minas quebra”.

Sarampo sobe 24% em Minas

O surto ativo de sarampo em Minas Gerais vem deixando cada vez mais pessoas doentes. O número de casos da doença continua em crescimento no território mineira. Somente em uma semana, o aumento foi de 24%, saindo de 41 diagnósticos positivos, para 51. Ainda estão sendo investigadas 368 notificações suspeitas da doença. A forma mais eficaz de se evitar a moléstia é por meio da vacinação. A campanha está em andamento tendo como prioridade a imunização de crianças de seis meses a até  4 anos, 11 meses e 29 dias.

Medida transfere PPI à Casa Civil

A Câmara concluiu a votação da medida provisória que trata sobre a reformulação da estrutura do Poder Executivo e transfere o Programa de Parcerias de Investimentos para a Casa Civil. A matéria agora vai ao Senado e precisa ser aprovada até hoje para não perder a validade. A mudança foi decidida na esteira de uma minirreforma administrativa no Palácio do Palácio feita após a saída do ministro general Carlos Alberto dos Santos Cruz da Secretaria de Governo, em junho

Ministro vota pela condenação de Geddel

O ministro Celso de Mello votou nesta terça-feira pela condenação o ex-ministro Geddel Vieira Lima e seu irmão, o ex-deputado Lúcio Vieira Lima, no caso do bunker de R$ 51 milhões em Salvador, alvo da maior apreensão da história da Polícia Federal. O decano acompanhou o entendimento do relator da Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, de condenar os irmãos pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa

Economia global em queda

A atualização das projeções para o crescimento da economia mundial, em 2019 e nos próximos anos, divulgadas nesta terça-feira pelo Fundo Monetário Internacional, consolida uma percepção generalizada de que o momento é de desaceleração na atividade econômica ao redor do mundo. São ligeiros ajustes para baixo, em relação às previsões de julho, mas representam um retrocesso expressivo, na comparação com as altas registradas em 2018. Não sobrou para quase nenhuma economia, entre as mais ricas e as emergentes, desempenhar o papel de puxar o Produto Interno Brut) mundial para cima. A retração, de modo geral, não é pequena, com estimativas de renda per capita mais baixas do que as médias dos últimos 25 anos.

Carteira de trabalho digital

A Carteira de Trabalho digital substituiu o documento de papel em 24 de setembro. O aplicativo existe desde 2017, mas só passou a substituir o documento físico depois da regulamentação feita há menos de um mês. A medida faz parte da Lei da Liberdade Econômica assinada pelo presidente Jair Bolsonaro. O empregador que usa o eSocial, sistema virtual do governo para prestação de informações trabalhistas, fiscais e previdenciárias, não precisa fazer nenhuma anotação na Carteira de Trabalho de papel. Para o trabalhador, basta informar o número do CPF no momento da contratação

Ação do Banco do Brasil

Acaba nesta quarta-feira o prazo de reserva para comprar ações do Banco do Brasil com desconto, em uma operação chamada oferta secundária. Especialistas de mercado dizem que o investidor deve ficar atento ao desconto que será oferecido para avaliar se vale ou não entrar no negócio. O Banco do Brasil já tem ações em Bolsa. Mas o banco decidiu colocar à venda outras ações que estavam paradas.

Provas do Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira divulga hoje, a partir das 10h, os locais de prova para quem vai fazer o Exame Nacional do Ensino Médio 2019. Os candidatos podem acessar o Cartão de Confirmação da Inscrição pela Página do Participante ou pelo aplicativo do Enem, disponível para download nas plataformas Apple Store e Google Play. Com o Cartão de Confirmação da Inscrição, os estudantes podem ver seu número de inscrição e o local de prova. O exame será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro de 2019, dois domingos consecutivos. Há 5 milhões de inscritos para o exame.

Endividado

O diretório local do Partido dos Trabalhadores está com um sério problema na Justiça Eleitoral. Segundo o site do TRE/MG, o partido em Poços possui uma dívida de R$ 146 mil e caso a dívida não seja paga até o prazo para o registro de candidaturas, a legenda pode ser impedida de lançar candidatos na eleição de outubro de 2020.

Segundo comentários de bastidores, a dívida teria sido o estopim do desentendimento entre o ex-prefeito e o novo presidente da legenda, vereador Paulo Tadeu, que só ficou sabendo do problema depois de ser eleito. A culpa pelo atraso nos pagamentos devido pelo partido está sendo creditada ao vice Nizhar que segundo consta, não mora mais na cidade.

A dívida teria sido o motivo principal também do fortalecimento do PSB com a ida de Fernando Posso para a presidência da legenda. A estratégia incluía inclusive o lançamento da candidatura de Eloisio pela legenda e com isso ele ficaria livre da dívida. O problema é que o Tribunal de Justiça, ao recusar apelação contra a condenação do ex-prefeito atrapalhou (pelo menos por enquanto) os seus planos.

 

Inconstitucional

O Congresso Nacional promulgou emenda à Constituição — a de número 100, que prevê a execução obrigatória de emendas das bancadas estaduais no Orçamento da União.Segundo a nova norma, a execução obrigatória dessas emendas seguirá as mesmas regras das individuais, que já são impositivas. As emendas parlamentares são recursos do Orçamento que o Congresso direciona para obras e ações escolhidas pelos deputados e senadores.

Algumas Assembleia, inclusive a de Minas Gerais, baseada na decisão, decidiram adotar o mesmo esquema de orçamento impositivo para pressionar os governadores a pagar as emendas de bancadas. E a moda chegou as Câmaras Municipal, inclusive em Poços de Caldas, onde o presidente, vereador Carlos Roberto liderou proposta de emenda a Lei Orgânica neste sentido.

Atendendo a sugestão do vereador Paulo Tadeu, na segunda-feira foi realizada uma audiência pública para discussão do assunto. A hipótese de ser a proposta inconstitucional porque a emenda à Constituição não cita os municípios acabou prevalecendo e como o vereador Paulo Eustáquio retirou sua assinatura da proposta, a emenda não deve prosperar.

Quem disse que ela se aplica também aos municípios foram os assessores legislativos, que neste caso, tudo indica, cometeram um equívoco. Como a proposta de emenda a Lei Orgânica não deve prosperar, fica o dito pelo não dito.

Ainda bem, porque seria uma aberração tratar de emendas impositivas numa prefeitura que está quebrada e que mal consegue manter a folha de pessoal em dia. Os ex-prefeitos Luiz Antonio Batista e Eloisio Lourenço estiveram presentes na audiência e nenhum dos dois concordou com a proposta dos vereadores. Eloisio disse ainda que os vereadores deveriam estar discutindo a crise fiscal do município e não criando mais despesas.

Os vereadores Antonio Carlos Pereira, Ligia Podestá, Paulo Tadeu e Gustavo Bonafé manifestaram ser contrários à proposta, enquanto que quatro dos vereadores que assinaram o projeto de emenda a Lei Orgânica sequer comparecerem à reunião. Como o vereador Paulo Eustáquio retirou a assinatura, e ela não conta mais com apoio de oito vereadores, número exigido para o projeto ir em frente.

E foi mais uma pisada na bola do presidente Carlos Roberto que no mesmo dia já tinha cometido um equívoco ao marcar para a “calada da tarde” uma sessão extraordinária para votar um projeto de anistia considerado ilegal, inclusive pelos assessores jurídicos que orientam o trabalho do presidente.

Caiu do cavalo nas duas iniciativas e ainda levou um puxão de orelha, transmitido ao vivo pela internet, do vereador Paulo Tadeu pelo atraso no início da sessão extraordinária porque estava aguardando o desenrolar da conversa da bancada da situação que não reuniu votos para aprovar o projeto.

Justificou o atraso dizendo que estava atendendo em seu gabinete um casal, como se o expediente para terceiros fosse mais importante que a sessão legislativa, onde vários vereadores aguardavam o início dos trabalhos.

 

Candidato?

Na entrevista que concedeu ao programa “Poços em Debate”, o empresário Sérgio Krisanski, que já não preside mais o PSD local, disse que não descarta a possibilidade de se candidatar para a chefia do executivo na eleição de 2020. Esta não é a primeira vez que o ex-secretário de Serviços Públicos e Defesa Social manifesta vontade de concorrer a cargo eletivo.

No entanto fez uma ressalva, só seria candidato caso seu amigo Geraldo Thadeu não dispute a eleição para o comando da prefeitura. “Se for, vou trabalhar para ele”, fez questão de deixar claro.

Conexão – Combo Digital – É tudo Fibra

Do mesmo lado

O fato curioso na audiência pública de segunda-feira para analisar a proposta de orçamento impositivo por parte dos vereadores, foi a presença de três ex-prefeitos, Paulo Tadeu, Luiz Antonio Batista e Eloisio Lourenço, defendendo a mesma tese, ou seja, de que a proposta é um equívoco que precisa ser corrigido.

A política local dá sinais de que está mais civilizada e hoje já é possível reunir os ex-prefeitos ao redor de uma mesma mesa para discutir os problemas e os rumos da cidade.

O que falta são iniciativas, principalmente das classes representativas em promover um debate de ideias e sugestões para um projeto de recuperação da cidade que deixou de ser o principal município da região sul-mineira.

Cada um a seu modo, os ex-prefeitos, com a experiência adquirida na passagem pelo cargo, poderiam dar uma contribuição extraordinária para a elaboração de um projeto de governo cujo objetivo seria tirar a cidade do buraco. Só não dá é ´para convidar o prefeito atual porque enquanto estão no exercício do cargo e com a caneta nas mãos, os alcaides (nem todos), se julgam os seres mais inteligentes do planeta. Quando deixam o posto acabam percebendo que fizeram uma porção de bobagens em prejuízo da população.

Seria muito interessante reunir hoje para um debate civilizado sobre o futuro da cidade os ex-prefeitos Luiz Antonio, Paulinho Courominas, Paulo Tadeu, Adnei de Morais, Geraldo Thadeu e Eloisio Lourenço.

 

Nota de Esclarecimento

Na manhã desta segunda-feira, 14 de outubro, compartilhamos com os gestores escolares e equipe da SME, educadores como eu, fazedores da educação na prática, a nossa decisão de deixar, nessa data, o cargo de secretária municipal de Educação.

Desde 2017, temos desenvolvido um trabalho pautado por valores, com ênfase em uma educação democrática e ética, com efetiva participação da comunidade escolar e, sobretudo, norteada pelo caráter científico das ações.

Desde o início da nossa gestão, temos oferecido formação e diagnóstico para que as unidades desenvolvam o Plano de Convivência Ética, com ações intencionais de prevenção da violência. Assim, Poços de Caldas se tornou o primeiro município do país a contar com o Plano de Convivência Ética nas escolas como política pública de educação porque sabemos que o desempenho do aluno e do professor está intimamente ligado à qualidade das relações que são estabelecidas no ambiente escolar.

Acreditamos que o ato de educar é muito mais amplo que a prática de ensinar e só acontece em um ambiente que propicie a reflexão, a discussão e o debate de ideias, fundamentais para a formação de estudantes autônomos, capazes também de fazer escolhas baseadas em princípios, especialmente os de justiça e solidariedade. Neste sentido, também as nossas escolhas estão vinculadas aos valores e princípios que regem a nossa vida.

Na última sexta-feira, o prefeito Sérgio Azevedo manifestou a adesão do município de Poços de Caldas ao programa de escola cívico-militar proposto pelo Governo Federal. A educação pública democrática que defendemos desde o início do nosso trabalho frente à SME não dialoga com esse tipo de programa e, desta forma, comunicamos nosso desligamento da pasta.

Seguimos na luta diária por uma educação pública de qualidade, feita por educadores, pesquisadores, estudiosos e conhecedores da realidade da educação brasileira.  Aproveitamos para agradecer ao prefeito Sérgio Azevedo e ao vice-prefeito Flávio Faria pela oportunidade única vivenciada intensamente nesses dois anos e dez meses.

Agradecemos especialmente a todos os servidores públicos de nossa equipe, educadores e equipe de todas as unidades educacionais da rede municipal, aos nossos alunos, familiares, comunidade escolar e parceiros que compartilharam conosco o sonho de uma educação ética e democrática.

Cumprimentos mineiros,

Professora Flávia Maria de Campos Vivaldi

 

Audiência pública

Mesmo depois de aprovada a Moção em apoio para implantação da escola cívico/militar em Poços de Caldas e até do pedido de exoneração da Secretaria de Educação, o assunto continua em pauta no Legislativo. Na sessão de terça-feira foi lido e aprovado, por 13 votos, o requerimento de autoria da Associação Cultura e Cidadania de Poços de Caldas solicitando o uso do plenário para a realização de uma audiência tendo como tema a implantação de escola cívico/militar na cidade. Há ainda outro pedido igual de audiência pública feita pelo vereador Pedro Magalhães, o mesmo que apresentou a moção.

Aniversário de Machado

Líder pede cautela

O vereador Antonio Carlos Pereira se manifestou afirmando que a audiência deveria ter sido proposta antes da aprovação da moção. Segundo ele, não tem a certeza que esta escola será instalada na cidade, uma vez que são apenas duas para o estado de Minas Gerais. Pereira sugeriu ao presidente da Câmara cautela na realização da audiência e fez um apelo de bom senso porque avalia que a Câmara pode estar abrindo espaço para “uma guerra na plateia” devido a radicalização dos lados favoráveis e contrários ao assunto. O presidente lembrou que a audiência dificilmente deve ocorrer este ano, porque a agenda está lotada, mesmo assim deve acontecer já que foi aprovada pela Câmara.

 

Carlão fora do PT

O Partido dos Trabalhadores (PT), confirmou ontem a desfiliação do primeiro suplente de vereador Antonio Carlos Batista, o “Carlão da Capoeira”. A expulsão do petista foi motivada pela sua posição contrária a instalação de uma Comissão Especial de Inquérito proposta pela vereadora Maria Cecilia Opipari (Ciça).

Como se sabe, o suplente foi convocado a assumir o lugar da vereadora que por ser a autora do pedido estava impedida de votar, só que na hora em que a matéria foi a plenário para apreciação dos vereadores ele acabou votando contra a CEI, desrespeitando com isso o estatuto do partido.

 

A BandFM no lugar da Transamérica Hits

Desde a última segunda-feira, a Band FM, emissora do Grupo Cioffi de Comunicação, está ocupando uma frequência que abrigava a Transamérica Hits. Na grade de programação “Manhã Show” tem em seu conteúdo música, prêmios e entretenimento e será comandado pela dupla Paulo Marcelo e Luciana Abreu.

Já o período vespertino a emissora apresenta o “É D+” (14h às 15h), atração voltada ao público feminino, seguido das 15h às 17h pelo “Tarde da Band”, com a participação da audiência e notícias ligadas ao mundo dos famosos. A radialista Amanda Negrini é quem comandará a grade local nas tardes da emissora, com a supervisão do diretor do grupo, Leonardo Cioffi.

 

Rodapé

Quem assistia ontem pela internet a sessão da Câmara durante as falas na tribuna, viu o vereador Pedro Magalhães deixar o plenário antes da sua fala e depois voltar, dizendo “fui dar uma mijada”.

14-Out-2019

Entrevista com o empresário e ex-secretário municipal, Sérgio Krisanski

Revisão do Plano Diretor

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento, promove nesta quarta-feira a partir de 18h30, uma audiência pública na Urca, com o objetivo de apresentar e debater questões sobre a elaboração da revisão do Plano Diretor do município de Poços de Caldas.

Haverá explanação técnica, a cargo da Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente; seguida de participação popular. Para uso da palavra, os interessados devem se inscrever antecipadamente, por meio de ofício protocolado na Secretaria de Planejamento, localizada à Rua Amazonas, 36, centro, pelo telefone 3697-2025, ou pelo e-mail smppmpc@gmail.com; também poderão se inscrever no momento da audiência, até 18h30.

As falas acontecerão conforme a ordem de inscrição. Cada expositor terá o prazo máximo de 5 minutos para expor suas ideias e observações acerca do que foi explanado. Após, acontecem esclarecimentos quanto às exposições, acolhimento das manifestações, sugestões e contribuições apresentadas e encerramento.

“A participação é de extrema importância e está prevista no Estatuto das Cidades. A proposta está praticamente concluída, foi amplamente discutida, interna e externamente, com participação de vários setores da sociedade, através de seus representantes do Condurt, o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Territorial. Iremos apresentar estes estudos e vamos acolher as sugestões que forem pertinentes”, informa o secretário de Planejamento, Tiago Cavelagna.

O Plano Diretor é uma lei que traça diretrizes para o desenvolvimento urbanístico da cidade. É multidisciplinar, pois envolve setores como saúde, mobilidade, meio ambiente e outros. O Plano diretor irá definir a mecânica de desenvolvimento da cidade pelo período de cinco a 10 anos. Após a realização da audiência pública, a proposta de revisão do Plano Diretor será enviada à Câmara de Vereadores, para análise e aprovação.

“A expectativa é de que até o final de outubro a proposta seja enviada aos vereadores. Aguardamos a análise feita pela Câmara, já que se trata de um projeto complexo e que deve ser apreciado pelos vereadores com zelo, visando o bem maior que é o desenvolvimento de Poços de Caldas”, conclui o secretário.

Dupla vencedora da Gincana do Saber

A Escola do Legislativo da Câmara de Poços promoveu, na última semana, a etapa final da Gincana do Saber 2019, com a presença das duplas classificadas na fase eliminatória, alunos e professores das escolas que participam do projeto neste ano. Os estudantes Juliano de Oliveira e Otávio Gabriel do Prado, da Escola Estadual Dr. Edmundo Gouvêa Cardillo, foram os vencedores e estarão na fase regional, que acontece na cidade de São Loureço, no mês de novembro.

Os alunos Anderson Luciano Ribeiro e João Guilherme Benetti Barros, da Escola Estadual David Campista, ficaram na segunda colocação. O terceiro lugar ficou com a dupla Otávio Durante Pereira Solia e Renan Pacetti Loureiro, do Centro Educacional Poços de Caldas – Cepoc. As alunas Camile Vitória Moraes e Letícia Aparecida da Silva, da Escola Municipal Wilson Hedy Molinari, e Hellen Pereira Ramos e Larissa Garcia, da Escola Edmundo Cardillo, ficaram na quarta e quinta colocações, respectivamente. Todos os alunos que participaram da fase final receberam medalhas e as escolas receberam troféus. Os estudantes do curso de Direito da Faculdade Pitágoras, que atuaram como monitores durante o projeto, também estiveram no encontro e receberam um material elaborado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que trata do tema Educação Política.

Durante a etapa final, as cinco duplas classificadas tiveram que responder perguntas abertas sobre o livro Constituição em Miúdos, que trata de questões da Constituição Federal em uma linguagem simples e direcionada a adolescentes. A obra é de autoria da coordenadora da Escola do Legislativo de Pouso Alegre Madu Macedo. Em cada resposta correta, a dupla ganhava quatro pontos. Caso não soubessem responder, os alunos poderiam pedir ajudar a outra dupla e, nesse caso, dividiam a pontuação.

A diretora da Escola do Legislativo Tais Ferreira ressalta que a primeira edição da Gincana na Câmara de Poços foi muito produtiva. “O projeto foi implantado este ano e, mesmo com o calendário apertado, conseguimos promover uma edição muito bacana. Tivemos a adesão de cinco escolas e nosso objetivo é ampliar a Gincana em 2020. Nosso próximo passo agora é levar a dupla até São Lourenço para que representem nosso município na fase regional. Estamos ansiosos e os alunos muito comprometidos”, comenta.

Não dê esmola. Ligue 156

 

Santa Casa inaugura Núcleo de Educação Permanente

Na semana passada, uma reunião com colaboradores de todos os setores do Hospital foi marcada pela implantação do Núcleo de Educação Permanente da Santa Casa. Coordenado pelas enfermeiras Natália de Mattos Ribeiro e Rafaela Cristina de Oliveira Palhares, o objetivo do Núcleo é transformar as práticas profissionais, qualificar a assistência prestada ao paciente e ao acompanhante, além de melhorar o ambiente de trabalho.

A primeira reunião do Núcleo aconteceu no Centro Acadêmico do Hospital e o resultado foi positivo. Os funcionários puderam entender a proposta da Educação Permanente, deram sugestões e, ao final, participaram de uma dinâmica que mostrou a importância de assumir compromissos em nome da equipe.

“O Núcleo de Educação Permanente irá abranger todos os colaboradores, desde o da recepção, higienização, enfermagem, fisioterapia, administração, toda a equipe da Santa Casa. Além de todos os colaboradores os trabalhos serão realizados também com os pacientes, famílias e as equipes de estágio, ou seja, qualquer pessoa que faça parte do dia a dia da Instituição poderá participar das atividades do Núcleo de Educação Permanente. Sabemos que todos os Hospitais têm inúmeros problemas e o Núcleo tem como foco identificar e solucionar estes, conforme a nossa realidade”, relata a enfermeira Natália.

Departamento de fisioterapia recebe melhorias

A sala do departamento de fisioterapia na sede social da Associação Atlética Caldense passou por algumas melhorias. Entre sócios, funcionários e atletas do esporte especializado, o local atende de 12 a 15 pessoas por dia para um total de 250 a 300 sessões por mês.

Foram instaladas portas sanfonadas na entrada de cada cabine, no lugar das antigas cortinas, para uma maior privacidade, conforto e bem-estar dos pacientes em tratamento. O local recebeu também uma pintura completa. Além disso, novos equipamentos estão à disposição para um atendimento ainda melhor.

O fisioterapeuta Reginaldo Evangelista está à disposição de todos de segunda à sexta-feira das 7h às 13 horas. (Renan Muniz).

Fechar Menu