A crise na cafeicultura

A trajetória de queda observada nos últimos quatro anos nos preços do café verde se agravou ainda mais no primeiro trimestre de 2019. A razão é a safra recorde de 2018, que registrou 62 milhões de sacas, representando aumento de 38% em relação à produção de 2017, que ficou em 45 milhões de sacas. Hoje a saca de 60 kg está sendo comercializada no mercado entre R$ 370 e R$ 380, e o preço mínimo estabelecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), parâmetro criado para manter o equilíbrio de mercado, é de R$ 362,57. Já o custo total de produção em Minas Gerais, calculado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), é de R$ 428,12 por saca no sistema de produção mecanizada e de R$ 501,33 no sistema de produção manual.

Fechar Menu