Ajuda importante

A ano de 2018 jamais será esquecido pelo prefeito Sérgio Azevedo dado a série de dificuldades que enfrentou e está enfrentando até nestas últimas horas do ano. O ar de cansaço na fisionomia do prefeito é indisfarçável.

Mas nem tudo está perdido, o ano que se inicia, mesmo com prenúncio de turbulência nos primeiros meses com a previsão de que os repasses constitucionais continuarão sendo pagos com atraso pelo novo governador, a boa nova pode vir do governo federal com uma das primeiras medidas que o todo poderoso ministro Paulo Guedes, da área econômica de Jair Bolsonaro promete tomar para aumentar o número de empregos.

Segundo palavras do ministro, a folha de pagamento das empresas (e das prefeituras) poderão ser desoneradas totalmente. Com isso o prefeito ficaria livre de uma despesa que hoje está por volta de R$ 3 milhões mensais que é o recolhimento para o INSS da parte que cabe ao empregador, uma conta que tem azucrinado a vida do chefe do executivo que impede a expedição da CND (Certidão de Negativa de Débitos).

Sem este documento o município fica impedido de obter financiamentos de instituições financeiras públicas e até mesmo do repasse de certos recursos por parte do governo federal.

A promessa de Paulo Guedes é adotar a medida para desoneração da folha de pagamento nos primeiros meses do novo governo.

Fechar Menu