Maior visibilidade

Ao nomear o ex-prefeito e ex-adversário Paulinho Courominas, para responder em caráter interino pela Secretaria de Serviços Públicos, o prefeito Sérgio Azevedo procura dar mais visibilidade ao agora aliado, que já responde pela direção do Departamento Municipal de Água e Esgoto.

Na realidade, quem vai tocar a secretaria é o servidor Marcos Sales, que já fez isso em outras administrações e conhece como ninguém seus colegas de trabalho e as tarefas que cabem a secretaria. No entanto, na hora de aparecer nas fotos, assinar e negociar com empresas prestadoras de serviço e fornecedores, a tarefa caberá ao ex-prefeito.

E porque isso? Segundo consta, para que Paulinho apareça mais, retome o capital politico que perdeu nos últimos anos e se torne um bom vice para colaborar na reeleição do prefeito Sérgio.

Como está sem partido deve se filiar ao DEM, a quem caberá a indicação. Com seu jeito descontraído, Paulinho vai ajudar também a quebrar o gelo e aliviar o constante mau humor do prefeito.

 

O mais popular

Apesar das dificuldades financeiras enfrentadas no governo de Minas, Romeu Zema, do Novo, lidera como o governador mais popular do país. Em seguida aparece o governador de Goiás, Ronaldo Caiado. Algumas medidas tomadas por Zema assim que assumiu o governo justificam a sua fama, como o corte de cargos comissionados e a decisão de abrir mão de morar no Palácio das Mangabeiras ajudaram a manter a fama de governador austero. A informação está no Blog do PCO.

 

Reforço na Educação

A vereadora Maria Cecília Opipari(Ciça) tem recebido vários apoios para o seu anteprojeto de lei que propõe a contratação de psicólogos e assistentes sociais para atuar na área de educação.A vereadora está organizando um grupo de estudos para elaborar o projeto e apresenta-lo ao executivo.Além de psicólogos e assistentes sociais o seu projeto é visto com bons olhos também pelo pessoal que atua na área da educação, além de alunos, seus pais e os diretores das escolas.

 

Novo elege comissão executiva

 O Partido Novo, que se prepara para disputar as eleições municipais de outubro em Poços de Caldas reuniu o diretório da legenda para escolha dos integrantes da Comissão executiva. A escolha se deu por aclamação de uma chapa única composta por Fábio Luis Jorge (Presidente); Gina Remédio Carneiro (Vice Presidente); Richard Alves de Moraes (Secretário de Finanças); José SantiagosPrézzia Filho (Secretário Administrativo) e Socorro B. dos Santos Machado (Secretária de Assuntos Institucionais e Legais).

 

Poços no roteiro de carnaval

Levantamento feito pela Associação Brasileira de Agências de Viagens, a pedido da Rádio Itatiaia, da capital mineira, aponta que os destinos mais requisitados em Minas Gerais pelos foliões na plataforma digital são: Belo Horizonte, Capitólio, Ouro Preto, Três Corações, Poços de Caldas, Tiradentes, São João Del Rey, São Lourenço, Passos e Camanducaia. Desta forma, o levantamento mostra que Poços de Caldas ainda continua sendo um dos destinos preferidos no estado para foliões de várias partes do país se divertirem nos quatro dias da Festa de Momo. O levantamento foi publicado na página da emissora.

Desembarque

 

Alguns colegas de Câmara estranharam ontem o comportamento do vereador Lucas Arruda, da Rede, ao criticar o atraso nas obras de asfaltamento da rua José Bernardo. A interdição vem causando problemas para os motoristas que descem do Jardim Novo Mundo em direção a PUC ou aos bairros da zona oeste. O vereador foi contundente nas críticas contra a administração, dizendo que se não tem dinheiro para concluir, não deveria ter iniciado a obra.

Na mesma reunião o vereador apresentou um requerimento com pedidos de informações sobre a destinação da taxa do lixo e o valor cobrado dos contribuintes, levantamento que pode complicar a vida do prefeito pelo fato de que parte do recurso arrecadado com a taxa foi para o caixa geral da prefeitura. A postura do vereador pode estar sinalizando um possível desembarque da Rede do governo, após a definição de que a vice será ocupada por um representante dos Democratas na tentativa de reeleição do prefeito Sérgio.

Lucas também tem sido o porta-voz do grupo nas conversas com outras legendas e segundo informações, tem encontro agendado nos próximos dias com o ex-deputado Geraldo Thadeu para falar sobre o assunto.

 

Reunião

A Rede ainda não definiu se Flávio Faria sai ou não candidato a prefeito nas eleições de outubro próximo, bem como a qualquer outro rumo que ele vai tomar quanto ao seu futuro político. As discussões internas vão acontecer com mais frequência, já estando marcado um próximo encontro para a manhã do dia 29, em local ainda a ser agendado, quando os filiados voltarão a tratar deste e de outros temas relativos ao pleito municipal.

O vereador Lucas Arruda disse que o partido vem sondando possibilidades, discutindo com a população, avaliando prós e contras quanto aos próximos passos dados. Afirmou que o momento é de ponderação, consulta interna e que não necessidade, por enquanto, de nenhuma posição precipitada quanto a nomes de candidatos.

 

Sem resposta

O vereador Paulo Tadeu agiu com ironia na sessão ordinária de ontem, ao usar da palavra para mais uma vez cobrar da chefia do executivo respostas a requerimentos de sua autoria, aprovado em plenário. Entre os requerimentos dos quais aguarda resposta está um do ano de 2017.

“Como não venho resposta até hoje, acho que vou pegar o número do requerimento e jogar no bicho, quem sabe assim dá certo”, ironizou o vereador.

 

Mais velhos e menos crianças

O levantamento é da consultoria IDados. De 2012 a 2019, o número de pessoas com 65 anos ou mais cresceu em todas as 27 capitais brasileiras: na média, um aumento de 41% — mas houve casos em que, nesses sete anos, o total de idosos saltou 89% (Palmas), 86% (Macapá) e 70% (Boa Vista).

Já o número de crianças de até 5 anos caiu, no mesmo período, em 18 capitais —como Rio (-15%), Salvador (-18%) e Maceió (-35%). Em só nove capitais houve aumento, como SP (0,1%), Belo Horizonte (5%) e São Luís (9%).

 

Exigência descabida

Na reunião desta terça-feira, um requerimento de autoria do vereador Antonio Carlos Pereira sugere que a mesa diretora do legislativo oficie o Ministério do Trabalho para que o Chefe do Setor de Fiscalização, Alexandre Ecarpelli compareça a uma das próximas reuniões da Câmara para explicar aos vereadores as exigências que o órgão vem fazendo as serralherias estabelecidas na cidade, obrigando os proprietários s investir em novos equipamentos que exigem aporte de quase cem mil reais, num prazo custo para que essas máquinas sejam adquiridas.

A exigência da fiscalização já motivou o fechamento de duas empresas que atuam no ramo, causando desemprego e prejuízo aos proprietários. A reclamação é que a fiscalização é feita e lavrado auto onde os proprietários dispõe de um curto espaço de tempo para a troca do maquinário.

Reunião importante

 O ex-prefeito Eloíso do Carmo Lourenço seguiu viagem para Belo Horizonte nesta semana onde participou de encontro com dirigentes do PSB estadual. Na pauta o fortalecimento do partido em Poços de Caldas e as eleições municipais. Na foto, Eloísio, com seu irmão Eliacim, o professor Cleiton e o amigo René presidente estadual do PSB.

 

Melhor aguardar…

O nome do ex-prefeito Paulinho Courominas como secretário interino de Serviços Públicos foi visto com ressalva nos meios políticos. Pelos corredores da Câmara, durante a sessão ordinária de ontem, alguns vereadores demonstravam surpresa com a indicação, uma vez que nos últimos dias o DMAE, do qual Courominas é responsável, tem sido alvo de inúmeras reclamações de moradores quanto a qualidade da água que vem chegando às torneiras.

A maior parte da água poluída está saindo das torneiras na zona sul, onde num primeiro momento a água chegou turva e como justificativa, que não convenceu, o diretor afirmou que um raio atingiu equipamentos da ETA 5, e isso desligou as máquinas por alguns minutos, fazendo com que a água não tratada se misturasse com a água tratada.Para evitar maiores problemas a distribuição de água foi interrompida para o serviço limpeza, deixando a região sem água por um dia inteiro. Só que nos últimos dias, a reclamação tem sido, na mesma região, quanto a água barrenta e escura que está saindo das torneiras.

 

Divergências oposicionistas

Durante a sessão ordinária de ontem, um fato inusitado, os vereadores petistas Paulo Tadeu e Ciça tiveram opiniões divergentes durante apreciação em plenário de um anteprojeto de lei de autoria do vereador Antônio Carlos, que altera o anexo III da lei 9133/2016 que aprovou Tombamento do Casarão conde Prates. A vereadora demonstrou posição contrária a proposta e até citou que se tratava de um benefício que seria concedido a um empresário do ramo da construção civil. Com havia risco de a proposta ser rejeitada, Paulo Tadeu, que é favorável ao anteprojeto, pediu adiamento da discussão por 21 dias.

 

Lado a lado

Por falar na vereadora, como Secretaria da mesa que dirige o Poder Legislativo, ela foi convidada a falar em nome da Câmara durante a audiência pública realizada pela prefeitura sobre as concessões dos pontos turísticos. Ficou ao lado do chefe do executivo e até trocaram algumas palavras durante a audiência.

DEM deve permanecer como aliado do PSDB

 

Os Democratas em Poços de Caldas devem continuar como aliados dos tucanos na eleição de outubro e com isso ganhar até o direito de indicar o candidato a vice do prefeito Sérgio Azevedo que vai tentar se reeleger. Nos últimos dias, o ex-deputado Geraldo Thadeu, que integra o grupo “Preocupados com Poços”, demonstrou vontade de se filiar a legenda, por sugestão do presidente regional da legenda, Rodrigo Pacheco e concorrer mais uma vez ao comando do executivo. Sua filiação causou divisão entre lideranças dos Democratas e ontem, após participar de reunião em Belo Horizonte com Pacheco, o ex-deputado decidiu que irá se filiar ao Republicanos, partido do deputado Mauro Tramonte.

Segundo informação do ex-prefeito Luiz Antonio Batista, a reunião de representantes do grupo com o senador atendeu a um pedido dele que queria se inteirar da situação em Poços de Caldas e teria partido do próprio senador a sugestão para que Geraldo (que trabalha em uma assessoria do Senado, indicado pelo próprio senador), se filiasse ao partido para disputar a próxima eleição.

Segundo ainda Luiz Antonio, como a filiação de Geraldo não foi bem recebida por alguns integrantes da comissão executiva do partido em Poços, que são contra candidatura própria para cargos majoritários e preferem continuar como aliados do prefeito.Para evitar constrangimentos Geraldo decidiu se filiar em outra legenda.

Uma reunião com a executiva do DEM está sendo agendada pelo próprio senador, em Belo Horizonte, nas próximas semanas quando o presidente dos Democratas em Minas disse que tentará buscar um caminho que possa aparar arestas e unir o partido em torno de uma candidatura, por esse motivo pediu a Geraldo Thadeu que retarde sua filiação no partido do deputado Mauro Tramonte. Para o ex-prefeito Luiz Antonio, no entanto, o caso está encerrado e Geraldo será candidato pelo Republicanos, com apoio de quatro partidos.

 

PSC com os tucanos

A presença do prefeito Sérgio Azevedo e todos os seus secretários, ontem à tarde, em pleno horário de expediente na Câmara Municipal para prestigiar a instalação do Parlamento da Mantiqueira, iniciativa do presidente da Casa, vereador Carlos Roberto de Souza, é um sinal de que o PSC, partido ao qual está filiado o vereador, pode estar próximo de integrar a coligação que vai dar apoio a candidatura do prefeito.

Nos últimos dias o presidente do PSC, Wanderlei Monteiro andou conversando com representantes de outras legendas e não deve lançar candidatos a cargos majoritários. Como tem bons nomes concorrendo ao legislativo, onde já tem dois representantes (Carlos Roberto e Marcelo Heitor), a legenda é cobiçada pelos candidatos a chefia do executivo, entre eles o próprio prefeito que será candidato à reeleição. Esse talvez tenha sido o motivo da presença maciça de representantes do governo na instalação do Parlamento, para fazer um agrado ao presidente.

 

Educação dividida

Pelos escaninhos da rede municipal de ensino já começaram a circular informes alertando as centenas de professores e servidores que trabalham nas unidades de ensino que caso se sintam satisfeitos com a nova responsável pela pasta devem votar na eleição de outubro por mais um mandato do atual prefeito e claro, se ele for vitorioso, a secretária continuará no posto.

O outro lado contra-ataca com informes de que a eleição de um novo prefeito poderia representar melhorias para o setor. Nessa “guerra” silenciosa, quem ousa botar a cabeça prá fora corre sério risco de ser alijado do processo e sofrer as consequências na próxima administração. A mesma estratégia já foi utilizada no governo do prefeito Paulinho Courominas. Não funcionou.

Indecisão

 

O tempo está cada dia mais curto para uma decisão definitiva do grupo que integra o Rede Sustentabilidade quanto a posição que irá adotar na eleição de outubro. O caminho mais correto, na opinião de algumas lideranças da Rede seria lançar apenas candidatos ao legislativo e apoiar um dos candidatos a prefeito.

É aí que reside a grande dúvida, por motivos já conhecidos e como o posto de vice na chapa encabeçada pelo prefeito Sérgio já foi oferecido aos Democratas, a Rede se sente alijada de uma futura composição com os tucanos, mesmo que a parceria com o DEM não dê certo. Com o PT e o grupo do ex-petista Eloisio, uma composição seria mais difícil, embora não seja impossível.

Talvez seja por esse motivo que o vereador Lucas Arruda tenha sinalizado ao grupo do PCP (Preocupados Com Poços) que deseja conversar para quem sabe alinhavar uma composição no que diz respeito a chapa majoritária. A conversa deve acontecer ainda esta semana.

 

Água suja

Moradores da Zona Sul ontem pela manhã estavam novamente impossibilitados de utiizar a água que sai das torneiras, distribuída pelo DMAE através da ETA V. Na foto dos filtros ao lado dá para imaginar a água que está sendo consumida pelos moradores sem filtrar. Coincidência ou não, o problema apareceu e está sendo constante após a ida do ex-prefeito Paulinho Courominas para a direção da autarquia e ele mesmo já confessou que a água de cor amarelada é resultado de mistura de água que não recebeu tratamento adequado.

 

Aliança pelo Brasil

 Poços de Caldas esteve representada no Primeiro Encontro do partido Aliança pelo Brasil, que reuniu representantes de municípios de todo o Estado, em Belo Horizonte. Os organizadores trabalham com a expectativa de que o novo partido esteja devidamente legalizado ainda em tempo de participar das próximas eleições municipais. Da esquerda para a direita, Ronaldo Ramos, Cristiano Maia e Whasington Fernandes, que representaram os bolsonaristas de Poços.

Disposto a participar

 

Como representante da cidade na Assembleia Legislativa e do alto dos seus meio milhão de votos, Mauro Tramonte se mostra disposto a interferir na eleição municipal e apoiar um doa candidatos a prefeito do grupo politico ao qual é ligado. Não é à toa que mantém escritório politico na cidade e pelo menos duas vezes por mês passa o final de semana por aqui.

Embora tenha sido eleito majoritariamente com os votos de Belo Horizonte a Região Metropolitana, como poços-caldense nato, Mauro faz questão de participar dos destinos da cidade e pretende aproveitar essa sua exposição na mídia para angariar votos ao candidato que tiver o seu apoio.

 

Termo aditivo

Embora a Praça dos Macacos já tenha sido liberada para uso, após uma demorada e polêmica reforma, o diário oficial do Município publica nesta terça-feira o Primeiro Termo Aditivo no contrato com a empresa Zayco Construções Ltda. responsável pela estampagem do piso em concreto, prorrogando o prazo de execução do serviço por mais 180 dias, passando de 27 de janeiro para o dia 25 de julho.

 

Paulinho pode mudar de cargo

O diário oficial ainda não publicou o ato de nomeação do substituto de Tiago Biagioni no cargo de Secretário de Serviços Públicos. Ontem, nos bastidores a informação era de que o ex-prefeito Paulo Cesar Silva, que atualmente responde pela direção do DMAE poderá ser deslocado para esta secretaria, abrindo espaço para que o chefe do executivo volte a nomear como diretor da autarquia um servidor de carreira.

Paulinho tem enfrentado vários problemas no DMAE, o principal deles a distribuição de água sem tratamento. Com a entrega do cargo a um servidor de carreira, este e outros problemas podem ser resolvidos.

Reunião decide o futuro dos Democratas

 

Esta segunda-feira pode ser considerada como uma espécie de Dia “D” para os Democratas com vistas as eleições de outubro. Uma reunião agendada para esta tarde em Belo Horizonte entre o presidente regional do partido, Rodrigo Pacheco e uma comitiva representando o PPC (Partido dos Preocupados com Poços) será decisiva para o lançamento de candidatura própria para os cargos majoritários (prefeito e vice) ou para que o partido continue sendo aliado do PSDB, caminhando, como tem feito nas últimas eleições, como uma espécie de bengala para os tucanos.

Segundo comentários ouvidos neste final de semana, a direção do PSDB, preocupada com um possível afastamento do DEM, já pensa em oferecer o cargo de vice para os Democratas e uma foto do prefeito Sérgio Azevedo, passeando na feira livre do conjunto habitacional neste final de semana, ao lado da vereadora Ligia Podestá, pode ser um indicativo de que neste caso, ela seria a preferida para ser vice do atual prefeito que vai disputar a reeleição. A vereadora já declarou que não pretende se candidatar para um novo mandato na Câmara de Vereadores, mas um cargo de vice numa futura administração pode ser possível.

O PPC (Preocupados com Poços) estará representado nesta reunião pelo deputado estadual Mauro Tramonte (Republicanos), pelos ex-prefeitos Luiz Antonio Batista e Geraldo Thadeu, pelo primeiro suplente de deputado pelo PTB, Ulisses Guimarães, mais o ex-vereador e líder do MDB, Waldemar Lemes, a presidente do PR, Tereza Navarro, além de Demilton Vacarelli, assessor do deputado Tramonte e o ex-secretário da Fazenda, Luiz Fonseca.

O objetivo do encontro com o senador Rodrigo Pacheco, que preside o DEM em Minas Gerai,s é mostrar para ele que os Democratas em Poços reúne boa chance de vencer as próximas eleições e conquistar o comando da prefeitura, deixando de continuar integrando uma administração que não valoriza o partido, preferindo entregar a maioria dos cargos de primeiro escalão para o grupo do Rede Sustentabilidade. O encontro está marcado para as 16 horas.

 

Não abre mão

Nas rodas de conversas onde o assunto é politica, sempre aparece alguém levantando a hipótese de que o prefeito Sérgio Azevedo vai esperar até a hora “h” para avaliar a chance de vitória na reeleição, mas que se o cenário se apresentar desfavorável, pode até abrir mão da cabeça de chapa para outro candidato de algum partido aliado, aparecendo como opção um candidato do DEM ou até mesmo da Rede, no caso o vice-prefeito Flávio faria, para quem prometeu, na eleição passada, que ficaria no poder apenas quatro anos, cedendo o lugar para o vice num segundo mandato.

Pode ser que isso aconteça, mas o prefeito se optasse por essa saída teria que em primeiro lugar convencer o presidente da legenda no Estado, Paulo Abi-Ackel, para quem os tucanos deverão estar nas urnas de “praticamente todos os municípios de Minas Gerais” no pleito ao Executivo.

“Não posso mensurar números, mas estamos trabalhando para manter a base que o partido já possui. Onde há prefeitos do PSDB, todos irão concorrer à reeleição. Também queremos ampliar nossa atuação no Estado. Para isso, a orientação é lançar candidato onde for possível”, afirma Abi-Ackel.

Portanto, a candidatura do prefeito Sérgio á reeleição, não depende apenas da sua vontade própria, é imposta como uma exigência partidária, até porque, o fim das coligações partidárias para as eleições proporcionais e a cláusula de barreira vão se refletir nas estratégias dos partidos para emplacar seus candidatos nas eleições.

 

PT comemora 40 anos de existência

 

No domingo o diretório do Partido dos Trabalhadores em Poços de Caldas reuniu filiados e simpatizantes da legenda para festejar os 40 anos de fundação da legenda. A comemoração contou com as presenças dos deputados Odair Cunha, Rogério Corrêa e Beatriz Cerqueira.

Os discursos, como não poderia deixar de ser, ressaltaram a luta do partido durante toda a sua existência, para manter os ideais que levaram à sua fundação No discurso de encerramento o atual presidente do partido, Paulo Tadeu disse em sua fala que agradecia a todos pela presença e que: o único partido que consegue ter história e resistência é o partido dos trabalhadores e que o PT de Poços terá candidatura própria a prefeito.

A vereadora Ciça foi enaltecida pelo companheiro Tiago Mafra por ter se filiado ao PT no momento em que todos deixaram a sigla. Lembrando que ela foi para o partido no momento em que a ex-presidente Dilma passava pelo processo de impeachment. Parece que foi um recado bem direto para os que sempre criticaram a vereadora que foi a mais votada no PT por ter prestado assessoria política para a Tereza Navarro.

Acompanhado do presidente do PSB, Fernando Posso, quem esteve presente na festa de comemoração da legenda, foi o ex-petista Eloisio Lourenço, acompanhado da esposa Cláudia, que continua filiada à legenda, enquanto que Eloisio ocupa cargo na assessoria parlamentar do deputado Odair Cunha.

Adoção de animais

 

Taí uma sugestão para algum vereador que nesta fase pré-eleitoral queira angariar alguns votos junto aqueles que trabalham pela proteção dos animais. Um projeto de lei, apresentado na Câmara Municipal de Belo Horizonte no início do mês pretende conceder até 20% de desconto no valor do IPTU para o “contribuinte residencial que adotar animal doméstico registrado em órgão municipal responsável pelas políticas públicas dos animais”.

De autoria do vereador Ronaldo Batista (PMN), a proposta aguarda parecer do relator Reinaldo Gomes (MDB) na Comissão de Legislação e Justiça (CLJ).Em um texto curto, com apenas um artigo, o parlamentar propõe que a Prefeitura de Belo Horizonte conceda o desconto máximo de 20%, lançado pelo período de três anos.

 

Expectativa

Entre os estrategistas de campanhas dos pré-candidatos, que nesta fase fazem as primeiras projeções de como se darão os embates entre aqueles que disputam a chefia do executivo, reina expectativa em torno da atuação do coronel Frederico de Lima, candidato do Novo. De uns dias para cá as apostas de sucesso na candidatura do coronel diminuíram e muitos já são de opinião que com o passar do tempo sua posição nas pesquisas deve melhorar, nada porém que possa causar apreensão nos primeiros colocados. Alguns até arriscam dizer que ele será um cavalo paraguaio ao contrário, vai sair atrás e continuará na mesma colocação até a bandeirada final.

Existe, porém, uma preocupação entre os candidatos de direita, a de que seu nome deve crescer um pouco e os votos conquistados sairão de candidaturas como a do atual prefeito e de Geraldo Thadeu, caso este confirme sua candidatura pelo DEM. Os votos do ex-petista Eloisio Lourenço, por outro lado, são votos consolidados, de eleitores conscientes, que sabem que ele é um ex-petista e que tem um processo pendente na justiça.

Caso a Rede não lance candidato a prefeito, a projeção é de que a maioria dos votos do partido sejam também direcionados para o ex-petista e não para o atual prefeito que desde o início do governo tem dado demonstração de que não simpatiza com o seu vice e foi o principal responsável pela demissão da secretária de educação, Flávia Vivaldi.

 

Reajuste dos servidores

Os servidores públicos municipais estiveram reunidos em assembleia para dar início a discussão da data base deste ano. Com base nos levantamentos apresentados pelo Dieese, os servidores estão reivindicando correção dos salários em 5%, sendo 4,48% referentes ao índice de inflação do INPC e 0,52% de ganho real, retroativos a março de 2019. Querem ainda que o vale alimentação passe dos atuais R$ 485 e que o vale refeição dos servidores dos DMAE suba dos atuais R$ 30 para R$ 35.

Sem margem

 

Com base nas afirmações do prefeito Sérgio Azevedo, durante seu pronunciamento na abertura dos trabalhos da Câmara Municipal, dificilmente o governo dará o reajuste desejado pela categoria na data base deste ano, isso porque precisa cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. Tem ainda a questão da falta de dinheiro em caixa. Prevalecendo o que foi antecipado pelo prefeito, a negociação deste ano não deverser das mais fáceis para o sindicato.

 

“Bombando”

Conversando com um repórter, dias atrás, o prefeito Sérgio disse que não precisa da imprensa porque sua página no facebook está “bombando”, com várias curtidas e visualizações, onde ele mesmo conversa com a população através de vídeos e dá os recados que acha necessários.

 

Cenas de cinema

Um dos pontos que os candidatos a prefeito terão que destacar durante a campanha eleitoral será a área de segurança pública, mesmo sendo de competência do Estado. A situação anda tão preta que, no sábado à noite, de acordo com vídeos que circularam nas redes sociais, a Polícia Militar perseguiu um carro ocupado por elementos suspeitos na zona sul, que trafegava na contramão e houve até troca de tiros.

Foi acionado o reforço e feito um cerco com bloqueio das vias. Após perseguição até com troca de tiros, os ocupantes foram detidos e presos. Ninguém ficou ferido, mas os moradores da região ficaram apavorados com a cena, que mais parecia um filme com enredo policial.

 

Rodapé

Nem tudo vai mal. A Caldense venceu o Atlético em pleno Mineirão é lidera o campeonato. Arriba Verdão!!!

 

Presidente do DEM descarta intervenção

 

Como estava programado, a comissão executiva dos Democratas se reuniu ontem à noite na sede da produtora DNA para mais uma vez, analisar a possível filiação na legenda do ex-deputado Geraldo Thadeu e a sua candidatura a prefeito na eleição de outubro.

Na avaliação do presidente da legenda, Antonio Carlos Pereira, a reunião foi muito produtiva e entre os assuntos tratados a vereadora Ligia Podestá informou aos colegas que pouco antes do início da reunião, ligou para o presidente da legenda em Minas Gerais, senador Rodrigo Pacheco, com quem conversou por mais de dez minutos, narrando ao dirigente regional a situação de momento do partido em Poços de Caldas.

Segundo Ligia, o senador descartou qualquer possibilidade de uma intervenção no diretório local para obrigar a legenda a aceitar a filiação do ex-deputado, assim como em lançar candidatura própria ao comando da prefeitura.

Em mensagem de voz enviada para o blog, após a reunião, o vice-presidente, Antonio Donizette Albino informou que caso Geraldo Thadeu queira se filiar ao partido será bem aceito, mas no que diz respeito a candidatura para prefeito, esse assunto será decidido mais à frente, assim como a escolha do candidato, caso o partido decida por disputar a chefia do executivo.

 

Reunião com o presidente

Nesta segunda-feira, às 16 horas, representantes do grupo “Preocupados com Poços”, tem reunião agendada com o presidente dos Democratas, Rodrigo Pacheco, em Belo Horizonte na Av. Alvares Cabral 1777, 7.o andar. O assunto a ser tratado com Pacheco será o mesmo: filiação na legenda do ex-deputado Geraldo Thadeu e a disputa pela prefeitura em Poços de Caldas.

A comitiva do grupo que vai a BH é composta pelo ex-prefeito Luiz Antonio Batista, suplente de deputado estadual, Ulisses Guimarães, ex-vereador Waldemar Lemes, representante do MDB e amigo pessoal do senador Pacheco há muitos anos, Demilton Vacarelli, assessor parlamentar do deputado Mauro Tramonte e Luiz Fonseca, ex-secretário da Fazenda, além de Geraldo Thadeu que trabalha em uma das assessorias do senador, mais o deputado Mauro Tramonte que confirmou na tarde de ontem o agendamento da reunião.

 

Troca-troca partidário

Preocupados com a reeleição, alguns vereadores já fazem planos para aproveitar a janela partidária que vai permitir a troca de partido sem perda do mandato. Entre eles estão Gustavo Bonafé, do PSDB, que pode migrar para o PDT ou Cidadania; Ricardo Sabino que deve deixar o ninho tucano para se filiar no Partido Novo; Mauro Ivan que sinaliza a mudança do PSB para o PSDB; Paulo Eustáquio, que ainda não decidiu em qual legenda irá se filiar e até mesmo a vereadora Maria Cecilia Opipari, do Partido dos Trabalhadores, que também não deve disputar a reeleição pelo mesmo partido.

Todos eles fazem contas e analisam em qual legenda teriam maior chance de serem reeleitos. Um dos casos mais complicados está no PT que tem como candidatos Paulo Tadeu e Maria Cecilia Opipari. Acontece que a legenda dificilmente conseguirá manter as duas cadeiras no legislativo e um terceiro candidato segundo a opinião de algumas lideranças, pode aparecer como o mais votado da legenda, que é o professor Diney Lennon, diretor da Escola Estadual David Campista.

8.000 novos empregos

 

O setor de supermercados pretende investir R$ 700 milhões em Minas Gerais neste ano, com abertura de 75 novas unidades e geração de 8.000 empregos no Estado. Os números foram apresentados nessa quinta-feira pela Associação Mineira de Supermercados (Amis).

Segundo a entidade, em 2020 é esperado crescimento de 4,5% nas vendas em relação a 2019. No ano passado, a alta nas vendas em Minas foi de 4,22%, ligeiramente acima dos 4% previstas no início de 2019.

Caso as perspectivas para o varejo se confirmem, o faturamento do setor deve aumentar R$ 1,6 bilhão durante este ano, totalizando R$ 38,9 bilhões em dezembro de 2020, ante somatório de R$ 37,3 bilhões em 2019.

Em Poços de Caldas, após a inauguração do atacado e varejo Mart Minas, na zona sul, outro atacarejo com as mesmas dimensões e plantas semelhantes, será construido em área na Avenida João Pinheiro, ao lado da Cerâmica Togni. O projeto está em fase final de análise na Secretaria de Planejamento e deve gerar mais de 200 novos empregos.

 

Reajuste para o legislativo?

Na sessão ordinária de terça-feira, foi lido e encaminhado para as comissões permanentes da Casa, o Projeto de Lei que institui o Quadro de Pessoal e o Plano de Cargos, carreiras e Vencimentos dos Servidores da Câmara Municipal e dá outras providências.

O projeto de lei de autoria da mesa diretora que tem na presidência o vereador Carlos Roberto de Oliveira Costa carece de maiores esclarecimentos para que a população e principalmente os contribuintes possam tomar conhecimento e serem esclarecidos se representa aumento nas despesas com pessoal.

Na Comissão de Justiça, o relator do projeto será o vereador Paulo Tadeu e o que se espera é que este projeto de lei seja devidamente esclarecido e principalmente quais suas implicações nos gastos que ele representa comparado a atual folha de pagamento.

As informações precisam estar disponibilizadas inclusive no Portal da Transparência do Legislativo que tem sido alvo de atenção por parte do Ministério Público que já notificou o presidente sobre as deficiências que o Portal representa, além de dificuldades de acesso e falta de transparência.

Os vereadores Maria Cecilia Opipari, que faz parte da mesa diretora como primeira secretária e seu colega Paulo Tadeu, que vivem cobrando mais transparência do executivo, estão na obrigação de esclarecer também quais as implicações que este projeto representa no que diz respeito a gasto do dinheiro público.

Fechar Menu