Nova regras dificultam eleição para o legislativo

 

Uma das principais mudanças que serão implementadas nas eleições municipais desteano é o fim das coligações proporcionais na disputa pelas Câmaras Municipais. As novas regras foram definidas no Projeto de Emenda à Constituição aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo ex-presidente Michel Temer.

A nova regra vai permitir a formação de coligação apenas na disputa pelo Poder Executivo. Conforme o texto sancionado, fica “assegurada aos partidos políticos autonomia para definir sua estrutura interna e estabelecer regras sobre escolha, formação e duração de seus órgãos permanentes e provisórios e sobre sua organização e funcionamento e para adotar os critérios de escolha e o regime de suas coligações nas eleições majoritárias, vedada a sua celebração nas eleições proporcionais”.

Uma das consequências da nova regra é impedir que candidatos com baixíssimas votações possam chegar ao poder legislativo. Pelas regras antigas, o sistema de quociente eleitoral permitia que a votação de um candidato pudesse influenciar a eleição de um nome que obteve poucos votos, fato que sempre provocou controvérsias e críticas.

Partidos de menor expressão encontrarão dificuldades para conquistar vagas de vereador e podem até mesmo desaparecer se não optar por fusão com outras legendas. Caso contrário, as pequenas legendas certamente serão eliminadas nesta eleição, porque elas dependeram historicamente das coligações proporcionais com partidos médios e partidos grandes. Por meio das coligações, elas conseguiam atingir o quociente eleitoral. Agora, sozinhos, sem coligações, os puxadores de votos não conseguirão se eleger por maiores que sejam suas votações por não atingirem o quociente eleitoral pela legenda partidária.

É justamente pela mudança nas regras eleitorais que vereadores com assento na atual legislatura analisam a possibilidade de aproveitar a janela partidária para mudar de partido em busca de legendas maiores, com nomes que possam puxar votos. Paulo Eustáquio, Mauro Ivan, Ricardo Sabino e até mesmo Maria Cecilia Opipari analisam as chances de reeleição e não descartam mudança de legenda.

O PSC, por exemplo, que na eleição anterior por integrar uma coligação, conquistou duas cadeiras na Câmara (Marcelo Heitor e Carlos Roberto), na opinião de alguns analistas enfrentará séria dificuldade agora para continuar com dois representantes no legislativo. O mesmo ocorre com o Partido dos Trabalhadores que foi esvaziado com a saída do ex-prefeito Eloisio Lourenço e alguns de seus seguidores que juntos com ele migraram para o PSB.

Vale lembrar que nesta eleição teremos o acréscimo na disputa de pelo menos quatro legendas com potencial para conquistar vagas no legislativo, a começar do Partido Novo, que tem um forte candidato a prefeito com o apoio do governador, o Progressistas (antigo PP), que está sendo reformulado pela presidente Regina Cioffi e promete lançar candidatos também para o comando do executivo, além do PRP (Republicanos), do deputado Mauro Tramonte, que tem apoio da Igreja Universal e o próprio PSB que se lançar Eloisio como candidato a prefeito reúne chances de conquistar pelo menos duas cadeiras na Câmara para a próxima legislatura.

 

Corredor polonês

Como acontece todos em todos os finais de semana. quem foi à missa na Basílica Nossa Senhora da Saúde para assistir à missa das 7h30 na manhã de ontem se viu obrigado a passar por um verdadeiro corredor polonês, formado pelos desocupados (quinze) que, acompanhados de pelo menos quatro cães, ocupavam as laterais do acesso a igreja.

Cambaleando e com palavras desconexas, alguns deles interpelavam os fiéis, principalmente os idosos, de maneira agressiva, pedindo as famosas “moedinhas”. Diante da negativa em atender, algumas pessoas eram xingadas e até “amaldiçoadas” pelos desordeiros, também conhecidos como “pessoas em situação de rua”.

Enquanto isso, boa parte do efetivo da Guarda Municipal estava desde cedo dando apoio aos agentes de trânsito nas interdições para a prova ciclística da Comarca que impediu o trânsito em boa parte das principais vias da área central.

Quanto aos agentes da secretaria de promoção social, estes, com certeza deviam estar em casa descansando, até porque ninguém é de ferro, né mesmo?

 

Nada a ver…

Não dá para concordar com o slogan que diz Poços Voltando a Ser Poços. A Poços que queremos e a que conhecemos não era assim, não tinha uma mini cracolândia na principal área verde da cidade (Parque José Afonso Junqueira), onde os viciados adquirem drogas com facilidade até mesmo em trailer de lanches. Segundo noticiário policial, a polícia prendeu neste final de semana o dono de um deles, junto com o seu funcionário, vendendo drogas.

Na noite de sábado para domingo, vários carros estacionados na Rua Rio de Janeiro tiveram os vidros quebrados e objetos de valor foram furtados do interior dos veículos cujos proprietários estavam se divertindo no New York Pub.

Editorial enaltece trabalho do governador

 

O empresário Vittório Medioli, dono do jornal O Tempo e prefeito de Betim, não demonstra muito simpatia pelo governo de Romeu Zema e seu jornal tem sido crítico em alguns pontos ao trabalho que vem sendo feito pelo governador. No editorial deste domingo, no entanto, o empresário rendeu-se ao que ele denominou Marca Zema.

Medioli cita as recentes sondagens de opinião pública que avaliam como muito positivo este primeiro ano do governador do Partido Novo que assumiu um Estado quebrado, totalmente comprometido financeiramente, mas que soube com seu jeito simples tanto no vestir, como no de governar, conquistar a população, principalmente do interior, assim como a classe média e os profissionais liberais.

Segundo o empresário, os mineiros gostam deste tipo despojado, simples, sem arrogância ou deslumbre com o cargo e isso tem ajudado o governador a driblar os problemas, aliado a habilidade de Romeu Zema em conduzir os interesses governamentais junto à classe politica.

“Se nos governos anteriores, predominava a vontade de não fazer, de empurrar para nunca a pretexto qualquer, hoje, Otto Levy, secretário de Planejamento do Estado, tem realizado com competência a retirada das inúmeras pedras que não deixaram chegar as soluções”, diz Medioli em seu editorial.

 

Candidaturas

E por falar no Novo, partido do governador, segundo uma fonte da capital, apenas dois diretórios em Minas conseguiram aprovar, pelo menos numa primeira etapa, os candidatos para disputar o comando das prefeituras. O partido aprovou pré-candidatos apenas na capital, Belo Horizonte, e em Poços de Caldas, onde o coronel Frederico já está oficialmente liberado para a disputa.

Se o processo fosse encerrado hoje, sem uma segunda chance para as demais cidades onde o partido conseguiu formar diretório, a legenda do governador estaria presente apenas nestas duas cidades.

Acredita-se, no entanto que para não ficar resumido apenas a duas candidaturas, o partido possa dar uma segunda chance aos inscritos para que o Novo se faça presente também em outros municípios, entre eles, Araxá, terra do governador.

 

Investida na capital

O apresentador e deputado estadual Mauro Tramonte parece mesmo disposto a enfrentar o prefeito Alexandre Kalil nas urnas. Ele conseguiu convencer o empresário Fabiano Cazeca, dono da Multimarcas Consórcios e vice-presidente do PROS no estado, a transferir o seu título de eleitor de Itapecerica para Belo Horizonte. Com isso, ele pode compor a chapa ao lado de Tramonte. O apresentador, que é de Poços de Caldas, transferiu seu título eleitoral para a capital mineira no ano passado. (Nota transcrita do Blog do PCO, publicado ontem).

Mais uma…

 

Mais uma licitação adiada. A Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas está publicando na edição de hoje do Diário Oficial do Município, comunicado informando que em virtude de pedidos de esclarecimentos relativos a impugnação  do edital, alteração de localização da execução dos serviços de destinação final de resíduos sólidos urbanos e rurais coletados no município, com transbordo até o aterro sanitário classe II, a data prevista de abertura das propostas marcada para o dia 23 de janeiro foi adiada. Comunica ainda que um novo edital será publicado no dia 27 de janeiro e que a abertura das propostas acontecerá em 10 de fevereiro.

 

Nova publicação

Por conter incorreções está sendo publicada novamente hoje no Diário Oficial a listagem contendo os nomes dos candidatos inscritos deferidos e indeferidos ao cargo de diretor do Departamento Técnico e Cientifico da Fundação Jardim Botânico. O erro é que na portaria anterior, publicada no dia 9, estava escrito que o processo para a escolha do novo diretor seria por licitação, enquanto na realidade se dará através de um processo seletivo.  De acordo com a lista divulgada pelo Diário Oficial, mais de 100 pessoas se inscreveram para o cargo, sendo que deste total 40 tiveram os nomes deferidos para avaliação curricular.

 

Estranha proibição

Ocupantes de cargos de confiança, que devem deixar o governo em razão das pretensões políticas neste ano eleitoral, não podem gravar vídeos, em seus cargos e postar em suas páginas nas redes sociais. Dizem que a determinação partiu da cúpula que comanda a administração municipal e a quem diga que a medida tem endereço certo, atingindo principalmente o vice-prefeito,Flávio Faria, e o secretário Thiago Biagioni, dois possíveis candidatos na próxima eleição como prováveis adversários do prefeito Sérgio.

 

De olho no voto

Consta que o prefeito Sérgio Azevedo tem estado com sua agenda repleta de compromissos externos, visitando com mais frequência os bairros. A orientação teria partido de estrategistas da campanha, visando a sua reeleição. Dizem também que o prefeito foi orientado a se mostrar mais alegre nos eventos e deixar a fisionomia carrancuda de lado uma vez que a essa postura espanta os eleitores.

Reajuste para os professores

 

Uma boa notícia para os professores da rede municipal. O governo federal reajustou o piso salarial dos profissionais da rede pública da educação básica em início de carreira em 12,84% para 2020, passando de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24. O texto estabeleceu que o piso salarial dos professores do magistério é atualizado, anualmente, no mês de janeiro.

Como os profissionais do ensino tem direito a alguns benefícios que são calculados através do salário base, isso também melhora, por exemplo, aqueles que fazem cursos de atualização e com isso recebem 10% de reajuste baseado no piso.

 

Futuro indefinido

O grupo da Rede, liderado pela dupla Flávio Faria/Lucas Arruda, continua fazendo mistério sobre o futuro da legenda e qual o caminho que vai seguir nas próximas eleições. A opinião de muitos é de que a legenda não continuará atrelada ao PSDB do prefeito Sérgio Azevedo e pode até mesmo integrar uma outra coligação com candidatos na chapa majoritária e neste caso o vice-prefeito incluiria seu nome entre os candidatos à vereança com objetivo de fortalecer a legenda no legislativo.

A mesma expectativa gira em torno do DEM que dificilmente continuará como aliado do PSDB nesta eleição. Uma parte dos lideres da legenda se mostra descontente com o tratamento recebido nestes três anos de governo e até mesmo o presidente da legenda, Tiago Cavelagna, já comunicou ao chefe que deixará o cargo de Secretário de Planejamento no final de fevereiro e que não pretende disputar nenhum cargo eletivo.

 

Redução no consumo

Já é possível sentir que nos supermercados, restaurantes e bares, o consumo das cervejas artesanais caiu depois que casos de intoxicação exógena por Dietilenoglicol: quatro mortos e 18 casos suspeitos notificados por consumo da cerveja Belorizontina, da Backer.

Em Poços a fiscalização do Procon e dos agentes de saúde, liderados pelo secretário Carlos Mosconi para proibir a venda e consumo de cervejas da marca serviu para aumentar a desconfiança do consumidor que agora se volta para as marcas tradicionais na certeza de que com essas não existe o risco para a saúde e com uma vantagem, o preço é menor que as artesanais.

Nunca desliga…

 

O prefeito Sérgio Azevedo pode ser criticado pelas suas ações de governo, nunca, porém, por ser um desligado, por não trabalhar e não estar atendo aos problemas da prefeitura. Assim como a Globonews, ele quase nunca desliga, está sempre atento, com celular ligado até altas horas e logo as 4 da manhã já responde as mensagens de forma instantânea. É do tipo que dorme tarde e acorda cedo, mesmo nos finais de semana e se tivesse direito a horas extras, receberia no mínimo três vezes mais do que recebe.

 

Filiação disputada

Thiago Biagioni não deve mesmo permanecer no governo após o início de fevereiro, quando terminam suas férias. O moço tem recebido convite de vários partidos para se filiar, alguns deles até para ser candidato a vice ou a prefeito. Ainda não decidiu seu futuro, podendo optar por um dos convites ou simplesmente por nenhum deles, preferindo dedicar tempo integral a sua loja em Gonçalves.

 

Trânsito complicado

Uma obra realizada ontem pela manhã na avenida Antonio Carlos, no bairro Cascatinha, resultou em um enorme congestionamento e muitas reclamações. Com uma parte da pista fechada e o trânsito praticamente parado, muitos motoristas optavam por um desvio para chegar mais rápido ao centro.

A situação prejudicou também os pedestres que ficaram sem muitas opções de percurso, já que além de cones, fios e trabalhadores que tomavam a calçadas, houve também problema de travessia, devido ao grande volume de veículos. A reclamação maior foi a falta de mais agentes de trânsito tanto para orientar motoristas quanto pedestres.

No mesmo horário, o Demutram decidiu refazer a sinalização horizontal na Avenida João Pinheiro, no cruzamento com a via de acesso ao Jardim Country Club. Complicou a vida dos motoristas para um serviço que deveria ser feito nos finais de semana quando o movimento é menor.

Recapeamento

 

E por falar em trânsito, o prefeito Sérgio reza e acende velas, torcendo para que apareça algum interessado no leilão para a venda do Complexo Santa Cruz. O dinheiro a ser apurado com a venda será aplicado totalmente na recuperação das vias públicas que ficaram em estado ainda maior lastimável neste período de chuvas.

O valor mínimo a ser apurado com a venda será de R$ 18 milhões. O problema é que os negócios imobiliários estão parados e não será fácil aparecer interessados para a compra.

 

Cresce inadimplência

De acordo com informações do Serviço de Proteção ao Crédito o número de consumidores inadimplentes subiu 6,5% em Poços de Caldas no ano passado, se comparado com o ano anterior, 2018. A causa seria o desemprego na cidade e a falta de oportunidades ao meio de trabalho. No entanto, o mesmo levantamento aponta ainda que as consultas ao serviço aumentaram 40% no mesmo período de avaliação, o que indica que houve uma recuperação nas vendas pelo crediário. As vendas à vista, de acordo com o órgão, também tiveram um aumento, de 2%.

Embolou o meio

 

Ontem o assunto que dominou as rodas de bate-papo nas esquinas e nos cafés do pedaço da gorjeta foi a notícia, publicada com exclusividade pelo blog, sobre a pré-candidatura, pelo Progressistas, do professor João Alexandre Moura para disputar o comando da prefeitura. Como seu perfil não é de esquerda e nem de direita, e sim de centro, como ele mesmo define, sua entrada no jogo da sucessão pode complicar a vida tanto dos candidatos mais à esquerda, como de centro e até mesmo da direita, representada pelo candidato do Novo.

Os debates, ao contrário das duas últimas eleições, prometem maior equilíbrio e melhor nível pelo que se desenha neste início de ano quando alguns partidos já expõem seus prováveis candidatos aos cargos majoritários.

Poderemos ter nas bancadas, sentados lado a lado analisando temas de campanha Sérgio Azevedo (PSDB), agora com a experiência de quatro anos de governo; Eloisio Lourenço (PSB), na mesma condição; Ulisses Guimarães (PTB), duas vezes prefeito de Caldas; Coronel Frederico (Novo), com propostas de um governo diferente e João Alexandre Moura (Progressistas) que já ocupou cargo de primeiro escalão na prefeitura de Poços e atualmente responde pelo setor de Cultura na cidade de Machado. Completando o time estarão os candidatos do Cidadania, PT e Psol.

À exemplo das campanhas passadas, os debates serão importantes na campanha e podem até decidir a eleição em favor de quem errar menos e demonstrar capacidade administrativa e liderança, além de bom raciocínio e apresentar propostas viáveis e dentro da realidade, até porque o eleitor nos dias de hoje é bem informado graças às redes sociais e sabe distinguir promessas vazias e eleitoreiras daquelas que são viáveis e vem de encontro ao que a cidade necessita.

Com certeza, aquele que se sair melhor no confronto será o adotado pela maioria dos eleitores. Foi assim nas últimas campanha e esta não será diferente. Também ficou demonstrado que o eleitor não gosta de agressões e baixo nível com ofensas pessoais. Eloisio e Sérgio foram eleitos exatamente no vácuo aberto pelos dois principais candidatos que se preocuparam mais em desconstruir o adversário do que discutir temas de importância para a cidade.

 

Sem filiação

O ex-deputado federal Geraldo Thadeu negou ontem que tenha se filiado ao DEM, conforme rumores espalhados pelos tucanos. Geraldo disse ao blog que até teria recebido convite do presidente do diretório municipal do DEM, Antonio Carlos Pereira e do secretário de Planejamento, Tiago Cavelagna, na última convenção da legenda, mas agradeceu e declinou mesmo envaidecido com a proposta

O ex-deputado disse ainda que recebeu convite para ir para outras agremiações partidárias, mas lembrou que hoje faz parte de um grupo político, que vem discutindo o futuro da cidade e as eleições municipais que acontecem em outubro e que qualquer atitude quanto ao seu futuro politico passará pelo crivo desse grupo.

 

Sem definição

Estamos na segunda quinzena de janeiro e a administração ainda não deu continuidade a duas importantes licitações que por sinal já deveriam ter sido abertas e fechadas pelo menos a um ano atrás, a primeira delas a do transporte coletivo que não tem data para acontecer e a segunda a do destino final dos resíduos sólidos, ou seja, o lixo doméstico, que não teve continuidade porque a administração ainda não decidiu qual o local que servirá para a estação de transbordo,áreaonde o lixo é descarregado dos caminhões compactadores e, depois, colocados emuma carreta que leva os resíduos até o aterro sanitário, seu destino final.

Segundo informação colhida pelo blog, uma área na zona leste, próxima ao posto da Polícia Rodoviária na saída para Alfenas, estaria sendo cogitada como segunda opção para a área de transbordo e o lixo seria transportado dali para o aterro de Casa Branca. O problema é que isso vai demorar porque será necessário, primeiro o licenciamento da nova área, depois a abertura de uma nova licitação para a contratação do aterro e ainda a construção de uma estrutura mínima para que o local do transbordo tenha condições para receber o lixo e os veículos coletores assim como as carretas que farão o transporte.

Quase na mesma situação está a anunciada, porém ainda não concretizada, licitação para a terceirização dos pontos de passeio, incluindo o teleférico que está paralisado, sem uma justificativa aceitável, uma vez que já ficou comprovado que a queda de uma cabine foi provocada por falha humana e não defeito no equipamento.

Sem funcionar, o teleférico deixa de faturar pelo menos 150 mil reais/mês, em uma prefeitura que alega falta de recurso financeiro para honrar seus compromissos com fornecedores e prestadores de serviço. Estranha situação para um governo que se diz técnico.

Para completar o marasmo administrativo ainda temos o novo Plano Diretor, que está mais de uma década atrasado e encontra-se paralisado em algum lugar do poder legislativo, sem que a administração demonstre a menor preocupação em aprova-lo neste último ano do mandato.

Novo cargo

 

Quem está feliz e muito orgulhoso é o superintendente administrativo da Santa Casa, AzerZenun Junqueira e tem um bom motivo para isso, sua filha Eloá Todarelli Junqueira, servidora federal de carreira, depois de fazer um bom trabalho na assessoria de Raquel Dodge, na Procuradoria Geral da República, foi nomeada agora para o cargo de Chefe de Gabinete na Secretaria Especialde Assuntos Federativos da Secretaria de Governo da Presidência da República,

A portaria com a nomeação foi publicada na edição de ontem do Diário Oficial da união, assinado pelo Secretário Executivo da Secretaria de Governo.

 

De volta à cena

Tereza Navarro tem demonstrado grande interesse e promete participação atuante numa provável candidatura de Ulisses Guimarães (PTB) à prefeitura. E tem bons motivos para estar eufórica e decidida a arregaçar as mangas em favor do candidato dissidente do grupo. Do lado de lá estarão o prefeito Sérgio que é crítico da atuação do seu pai como prefeito, assim como Paulinho Courominas, que também brigou com o “padrinho” Sebastião Navarro, responsável por projetá-lo na política.

Se depender de Tereza, os dois voltam para casa em janeiro de 2021, o primeiro na condição de simples servidor municipal e o segundo, desempregado.

 

A fera adormecida…

Afastado da politica e dedicando seu tempo apenas para os negócios, o empresário Ricardo Pereira de Melo, que teve participação direta nas eleições de Geraldo Thadeu, Paulinho Courominas e Sérgio Azevedo como prefeitos, acompanha de longe a movimentação nos bastidores da política sulfurosa.

Dia desses, em conversa com um amigo disse que às vezes sente vontade de voltar à ativa só para mostrar para uns e outros que são mal-agradecidos e que só chegaram ao comando do executivo com a sua ajuda. E cá entre nós, está coberto de razão.

Falta de atenção

 

Quem acompanha a divulgação eletrônica do Diário Oficial do Município de Poços de Caldas pode constatar a quantidade de atos do poder Executivo que são republicados, quase que diariamente, por conterem incorreções.  Dizem que na maioria das vezes o que acontece hoje são os possíveis questionamentos jurídicos, vistos no teor das publicações, levando a reformulação das mesmas para que no futuro não causem problemas.

O que se avalia é que para que estas republicações não se tornassem uma prática rotineira, como acontece hoje, seria necessária mais atenção por parte do corpo jurídico que orienta os atos do executivo.

 

Mudança no contrato

Ainda hoje está sendo publicada no Diário Oficial do Município a reformulação do contrato entre a Prefeitura e a Santa Casa passando o valor atual de R$ 32.284.052,44 para R$ 32.784.052,40, ou seja, com um acréscimo de 1,55% anuais. Desta forma foi acrescido o valor de R$ 500 mil anuais para os procedimentos de alta complexidade pós-fixado para a ortopedia e neurologia subindo o valor atual de R$ 557.634,60 para R$ 1.057.634,60, e passando o valor mensal de R$ 46.469,55 para R$ 88.136,21. Já o valor total anual do serviço de contratualização do Aplicativo de Gestão Hospitalar passou de R$ 16.769.259,60 para R$ 17.269.259,60.

 

Reajuste para os professores

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta 5ª feira, em live no Facebook, que haverá aumento de 12,84% para todos os professores da educação básica do país. A medida foi anunciada em conjunto com o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

“Eu sei que ainda é baixo em relação ao que deveria ser, porque são esses professores que são os heróis. Então está saindo de R$ 2.557 para R$ 2.886, que é o salário de referência na maior parte dos Estados e municípios”, disse o ministro.

O ajuste, acima da inflação de 2019 (4,31%), corresponde às expectativas da CNM (Confederação Nacional de Municípios) que já havia previsto o valor mínimo do magistério passaria de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24. Há expectativa entre gestores municipais que uma nova lei sobre o Fundeb seja criada este ano.

 

Péssimo visual

Está na hora de a prefeitura municipal, através do setor competente, notificar o proprietário de um imóvel localizado em plena Praça Pedro Sanches que está abandonado já faz um bom tempo, apresentando um visual desagradável que não fica bem para uma cidade turística, ainda mais em pleno centro da cidade. Não é possível que a prefeitura não disponha de meios para obrigar o proprietário a pelo menos cuidar melhor da fachada que inclusive ameaça vir abaixo, podendo causar acidente. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil deveriam fazer uma vistoria no imóvel para avaliar as condições em que se encontra.

Chegamos no limite

 

A interdição feita com cadeiras e móveis quebrados na pista sentido bairro-centro da Avenida Edmundo Cardillo na manhã de ontem, num ato de “protesto”, ou melhor, de pura desordem, tendo como autores alguns moradores de um barraco às margens da avenida, também denominados de excluídos, moradores em situação de rua, favelados, pedintes ou seja lá o que for, é a demonstração inequívoca de que a cidade chegou ao fundo do poço no que diz respeito ao combate a mendicância com essas pessoas que azucrinam diariamente a vida da população por todos os cantos da cidade e, principalmente, na área central.

Tudo bem que se trata de um problema social que não é exclusividade nossa, ele está presente em todas as cidades, porém, por aqui a coisa chegou ao limite do intolerável com esse ato de desordem e afronta as autoridades, prejudicando pessoas responsáveis que estavam indo ou voltando do trabalho, ferindo um direito constitucional que é exatamente o direito de ir e vir de todo cidadão.

Pela ineficácia da secretaria responsável por cuidar do problema, o número de pedintes (esse é o nome correto), perambulando pelas ruas, parques, praças, jardins e semáforos aumentou muito nesta administração, exatamente sob o comando de um prefeito que durante a campanha prometia dar um basta no problema.

E os tais “excluídos” como o PT gosta de denomina-los ou “moradores em situação de rua”, muito a gosto dos tucanos deitam e rolam sobre os cidadãos de bens, afrontando quem lhes nega as “moedinhas” que não são utilizadas para outra coisa a não ser para comprar e beber cachaça. Em alguns casos, para a compra de drogas.

Os comerciantes já protestaram junto ao prefeito e secretária de promoção social, Luiza Martins, em reuniões feitas com dirigentes das associações de classe sem nenhum resultado prático, pelo contrário, parece que houve até um afrouxamento no trabalho para retirar esse pessoal das ruas.

O episódio de ontem com a interdição de uma importante avenida apenas para fazer farra, num ato irresponsável significa que chegamos ao fundo do poço e as autoridades, lideradas pelo prefeito municipal e pelo presidente do legislativo precisam colocar um basta neste abuso que está prejudicando até mesmo o nosso turismo.

É mais um dos muitos problemas que infelizmente a administração liderada pelo engenheiro Sergio Azevedo não conseguiu resolver e que com certeza, estará na pauta das discussões entre os candidatos à sucessão municipal.

Só pra lembrar, nas administrações passadas o problema foi combatido com mais rigor e o resultado foi alcançado. Na primeira gestão do prefeito Sebastião Navarro, por exemplo, uma enorme favela que tomava conta de toda a avenida Monsenhor Alderigi foi eliminada sem trauma para os seus moradores.

Em outros governos, a ação efetiva do setor de promoção social conseguiu também retirar os pedintes das ruas. Infelizmente neste governo o problema se agravou e a atuação da secretaria é totalmente ineficaz. Existe muito oba-oba, com o foco voltado para a teoria que na prática não está funcionando.

 

Ex-secretário será candidato a prefeito

O martelo foi batido na tarde de ontem na mesa de uma padaria na rua Minas Gerais. O professor João Alexandre Moura, secretário de Cultura na gestão do prefeito Eloisio Lourenço, é o pré-candidato do Progressistas, partido que em Poços de Caldas é presidido pela ex-vereadora Regina Cioffi.

Como vice, completando a chapa que deve disputar o comando da prefeitura está o médico, Marcelo Ribeiro do Vale, presidente da Associação Médica e filho do ex-secretário de saúde Márcio Ribeiro do Vale. O Progressistas também tem a garantia de que pelo menos outros dois partidos estarão na coligação para a disputa dos cargos majoritários, João Alexandre ocupa hoje o mesmo cargo na Prefeitura de Machado, devendo de desincompatibilizar no prazo previsto em lei para ser candidato a prefeito em Poços.

Com a confirmação de que o partido de Regina Cioffi estará na disputa pela prefeitura, já somam sete os partidos que estão anunciando pré-candidaturas para a disputa pelo comando do executivo: PSDB, PT, PSB, PTB, Novo, Psol e Cidadania.

Alteração no quadro politico

 

Com a entrada do professor João Alexandre na disputa, o quadro para a sucessão municipal sofre alteração com prejuízo maior para os candidatos alinhados mais à esquerda. O ex-secretário de Cultura por ter feito um bom trabalho tem apoio da maioria do pessoal ligado com esta área que perdeu muito com a sua saída.

João Alexandre, apesar de ter participado da administração do prefeito Eloisio, nunca foi filiado a nenhum partido e com certeza, nesta eleição será um obstáculo a mais para o ex-prefeito caso ele confirme sua candidatura.

Mas não é só do petista que o professor tira votos, outros candidatos também vão estar na mesma situação tendo em vista que se trata de um candidato novo, articulado, com boa oratória e conhecimento das necessidades da população, e ainda terá como companheiro de chapa um médico, filho de um ex-secretário de saúde que deixou saudades e com bom trânsito entre os seus colegas de profissão, tanto assim que é o presidente da associação que reúne esses profissionais.

 

Ainda vai demorar

Segundo o noticiário da grande imprensa, o Brasil só deve começar a implementar a tecnologia 5G a partir de 2022, informa o ministro Marcos Pontes de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O leilão para selecionar as empresas que vão operar a tecnologia no Brasil deve sair só em 2021. Um dos entraves técnicos avaliado pelo governo diz respeito à possibilidade de interferência de antenas parabólicas para a televisão em uma das frequências previstas para entrar no leilão.

A informação não confirma, portanto, a justificativa dada pela administração municipal para autorizar a implantação de antenas de telefonia em áreas públicas e que rendeu polêmica e desgaste para o chefe do executivo. A justificativa dada pela empresa TIM e repassada pela administração era de que essas antenas serviriam para a implantação do serviço 5G na cidade.

Pura mentira porque nem se sabe ainda quais empresas serão as vencedoras do leilão para operar o sistema.

 

Parquinhos nas escolas

A recuperação dos parquinhos infantis em praças públicas deve se estender para as escolas municipais. Tanto é verdade que o Diário Oficial do município publicou na edição de ontem o edital tornando público que vai realizar no dia 29 de janeiro a abertura das propostas para a aquisição de brinquedos para parquinhos infantis para as unidades escolares.

Fechar Menu