Atraso pode levar a intervenção no Estado

Se o governador Romeu Zema não colocar os repasses constitucionais para os municípios em dia, O STF pode acatar Ação Direta de Inconstitucionalidade, protocolada ainda no governo Pimentel, solicitando intervenção no estado de Minas Gerais.

Segundo noticiário da imprensa da capital, o atual governador também está atrasando os repasses e só transferiu para as prefeituras ontem, repasses que deveriam ter sido feitos na semana passada. Para ontem, a Associação Mineira dos Municípios aguardava o depósito nas contas das prefeituras dos repasses referentes a esta semana, o que não havia acontecido até o final do expediente.

Fechar Menu