Entidades reagem a fundo de R$ 3,7 bi

Movimentos de renovação política e entidades que atuam pela transparência das contas públicas e dos partidos condenaram a proposta que eleva em R$ 2 bilhões o fundo para campanhas eleitorais, que iria para R$ 3,7 bilhões em 2020. A proposta tem o apoio de Rodrigo Maia. “Vivemos uma crise fiscal e certamente essa não é a prioridade da população”, disse Manoel Galdino, diretor executivo da Transparência Brasil. (Estado)

Fechar Menu