Firme e colocado…

Marcos Sansão, titular da pasta de Defesa Social deve ter ido dormir ontem com as orelhas ardendo. É que no uso da tribuna na sessão ordinária, os vereadores Maria Cecilia Opipari e Paulo Tadeu desceram a lenha no secretário com gosto, batendo firme no desperdício dos R$ 600 mil para a contratação da Universidade de Itajubá elaborar o Plano de Mobilidade Urbana.

O Plano foi apresentado em audiência pública na sexta-feira e decepcionou a diminuta plateia que se dispôs a ouvir as explicações dos técnicos da Universidade que durante a explanação não tocaram no sistema de transporte coletivo e ainda sugeriram a instalação de semáforos no terminal central de linhas urbanas, como se sabe, o principal gargalo que atrapalha o fluxo de veículos na área central.

Os vereadores já analisam a possibilidade de convocar o secretário (só ele), para explicar aos vereadores detalhes do trabalho feito pela Universidade de Itajubá. Querem saber se pelo menos o secretário conseguiu entender algo sobre a matéria.

Fechar Menu