Preço da carne

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que não pode tabelar o preço da carne. Segundo ele, há uma “pequena crise” nos preços, mas que haverá redução.  A alta nos preços da carne foi de 5% a 26%, dependendo do corte, desde janeiro. O aumento dos preços é consequência, sobretudo, do aumento da demanda dos chineses. A peste suína africana levou à perda de 40% do rebanho de suínos do país. A China está comprando mais carne bovina de muitos países, incluindo o Brasil.

Fechar Menu