Primeiro desafio

Um dos primeiros desafios do ex-prefeito Paulinho Courominas à frente do Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE), será destravar o dinheiro emprestado pelo Município (R$ 27 milhões) junto à Caixa Econômica Federal, para financiar as obras de reforço no tratamento e distribuição de água, garantindo o abastecimento pelos próximos trinta anos, segundo informação do ex-diretor Antonio Roberto Menezes.

O problema é que o recurso está liberado pelo banco, mas não pode ser transferido para o município porque a prefeitura está sem a Certidão Negativa de Débitos (CND). E o que é pior, sem dinheiro para liberar o documento. O mesmo acontece com o recurso que vai financiar as obras de revitalização das avenidas João Pinheiro e Mansur Frayha. A situação é preocupante.

 

Clima de expectativa

Diante das incertezas das candidaturas a prefeito e da proibição de coligações proporcionais, o clima entre os vereadores que pensam em disputar outro mandato é de expectativa diante do que vai acontecer. Alguns ainda nem sabem em qual partido devem se filiar para aumentar a chance de reeleição.

E aqueles ainda não tem mandato e pretendem disputar uma cadeira na Câmara fazem conta e trocam ideias sobre qual legenda vai conseguir formar uma chapa com candidatos bons de votos tendo em vista que agora a legenda só vai eleger vereador se alcançar votos suficientes para atingir o quociente eleitoral.

O quadro político só deve ficar mais claro a partir dos primeiros meses de 2020, lembrando que o prazo máximo para a troca de legenda expira no mês de abril.

Fechar Menu