Salário do prefeito

 

Conforme o blog antecipou, a vereadora Ciça apresentou o pedido de informações a respeito dos salários pagos ao prefeito, vice-prefeito e secretários municipais. Ciça explicou que pelo levantamento que fez, o prefeito teria recebido férias e ela quer saber qual a legalidade desta medida, além do que na sua folha de pagamento não constam os descontos legais, mas uma rubrica escrita outras.

“O salário do prefeito é de R$ 28 mil e em dezembro ele recebeu R$ 40 mil. Quero saber quando é que ele tirou férias de 20 dias que consta lá. E se tirou, por mais de 15 dias, teria que comunicar a esta Casa e o vice-prefeito teria que ter assumido”, explicou Ciça, que disse que através deste pedido de informações busca uma análise mais apurada sobre o assunto.

Ela alertou ainda que Sérgio Azevedo mesmo sendo servidor público, no momento tem que receber como prefeito. Paulo Tadeu fez um aparte e afirmou que a situação é grave, porque se de fato Sérgio tirou 20 dias de férias, conforme consta, a cidade ficou este período todo sem um prefeito.

 

Racha no governo pode favorecer os adversários

O empresário Paulo Molinari foi entrevistado ontem pelo repórter Silas Lafaiete no programa Boca Boa, da Master Web Rádio. Do alto da sua experiência como coordenador de várias campanhas politicas, o empresário alertou para o “racha” no grupo que detém hoje o poder municipal e alertou que isso, à exemplo do que ocorreu no passado, poderá favorecer os adversários. Disse que é favorável a eleição de alguém com experiência politica para chefiar a prefeitura, citando o vereador Antonio Carlos Pereira como alguém que teria condições de realizar um bom governo.

 

Moção contra cobrança do ITBI

Durante a reunião ordinária desta terça-feira as duas vereadoras Maria Cecília e Maria Lígia tiveram um embate no plenário. A vereadora Lígia com sua falta de conhecimento de legislação teve que ouvir de Maria Cecília que precisa ler e estudar mais.

O embate ocorreu na discussão de uma Moção de Apoio ao pedido de providências protocolado pela 25ª. subseção da Ordem dos Advogados endereçado ao Juiz Diretor do Fórum, solicitando providências junto ao Oficial de Registro de Imóveis por suposta prática ilegal de cobrança do Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).

A vereadora Maria Lígia teve que engolir seco e não conseguiu defender o executivo e tampouco rebater os argumentos de Maria Cecília quanto as formas ilegais que continuam sendo ordenadas pelo executivo no que diz respeito a cobrança do ITBI. Maria Cecília ainda explicou que existe diferença entre a cobrança do ITBI e de taxas notarial

 

Vale a experiência

Durante a entrevista no “Poços em Debate” de segunda-feira, o ex-prefeito e pré-candidato nas próximas eleições, Eloisio Lourenço afirmou que para recolocar as finanças da prefeitura em dia será preciso eleger alguém com experiência e conhecimento da máquina administrativa.Disse que hoje se sente mais preparado do que no primeiro mandato.

A análise vale também para seu colega de profissão e ex-prefeito Geraldo Thadeu, mas não vale para o prefeito Sérgio que se for reeleito, continuará fazendo a mesma coisa que nestes quatro anos de governo. Difícil de entender essa lógica administrativa, mas a justificativa é de que Eloisio e Geraldo sabem ouvir e corrigir erros ou até mesmo trocar secretários quando não correspondem a confiança nos cargos. Já o atual prefeito não possui essas mesmas qualidades e além de turrão, cabeça dura e não ouve ninguém.

Fechar Menu