TRF retoma caso que opõe Bolsonaro e Moro

O Tribunal Federal de São Paulo retoma hoje a análise do caso que opõe Jair Bolsonaro a Sérgio Moro pelo controle de R$2,3 bilhões do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, obtidos na maior parte com multas do Conselho Administrativo de Defesa Econômica a empresas, por formação de cartel. O governo precisa do dinheiro para equilibrar as contas, superávit fiscal. A turma do Fundo quer gastá-lo à vontade. A votação está 4×3 pró-governo. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Fechar Menu