Um desastre

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse que nunca vai elogiar o ministro da Educação, Abraham Weintraub, mesmo que continue “apanhando” dos chamados “bolsominions” nas redes sociais. Para ele, Weintraub é “um desastre” protagonizou várias polêmicas ao errar a grafia de palavras em português, fez vídeos sobre “chuva” de fake news embaixo de um guarda-chuva ao som de “Singin’ in therain” e, mais recentemente, teve ainda a crise no Enem, com vários erros na correção das provas.

 

Deturpando informações

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar a imprensa, na manhã desta segunda-feira, na saída do Palácio da Alvorada e afirmou que a mídia deturpa as declarações que ele concede. “Tem uma série de problemas no Brasil, gostaria de compartilhar com vocês, mas como será deturpado, isso acabará dificultando a solução. Então, lamento. Mas não vou conversar nada com vocês, tá ok? O dia em que vocês, com todo o respeito, transmitirem a verdade, será muito salutar eu conversar meia hora com vocês, problemas dos mais variados possíveis, dá para resolver, gostaria de compartilhar, repito, não o faço por quê? Ao haver deturpação a solução ficará mais difícil, talvez impossível. Então lamento não poder conversar com vocês”, apontou.

 

Presidente é demitido

O presidente da Companhia Estadual de Águas e Esgotos, Hélio Cabral, foi demitido nesta segunda-feira, em meio à crise da água pela qual passa o estado do Rio de Janeiro. A demissão foi anunciada pelo governador Wilson Witzel. O substituto de Cabral, já escolhido pelo governador, será Renato Espírito Santo, um funcionário de carreira da Cedae.

 

Pedido de desculpas

Depois de comparar servidores públicos a ‘parasitas’, na sexta-feira , e da repercussão no fim de semana, que envolveu de setores do governo e da oposição a entidade representativa da Polícia Federal, o  ministro da Economia, Paulo Guedes, usou o whatsapp, nesta segunda-feira,  para enviar mensagens a jornalistas, amigos e familiares para se retratar. Apesar de se desculpar, o ministro fez questão de destacar que sua declaração foi retirada de contexto e que ele se expressou mal.

 

MPs devem caducar

O presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, se reuniram ontem por quase uma hora no Palácio do Alvorada. O encontro, segundo confirmou a assessoria do parlamentar, foi para tratar a agenda da semana. Duas medidas provisórias do governo devem perder a validade sem ser analisadas pelo Congresso neste período. Os textos, que tratam da emissão de carteirinhas estudantis e da publicação de editais de licitações em jornais, devem ser arquivadas. Para não caducarem elas teriam de ser analisadas até o próximo domingo.

 

Depressão e reclusão

Fragilizado devido aos problemas no quadril, Pelé vive recluso e está abatido, revelou seu filho nesta segunda-feira. “Ele está bastante fragilizado em relação à mobilidade. Ele fez o transplante do quadril e não fez uma reabilitação adequada, ideal. Então, ele está com esse problema da mobilidade, que acaba acarretando certa depressão”, explicou Edinho. Pelé comemorou 79 anos em outubro e tem se internado diversas vezes no hospital nos últimos anos.

Fechar Menu