Volta às aulas pode ser adiada

Mostrando habilidade, o prefeito Sérgio conseguiu contornar o impasse criado pelas papelarias na distribuição dos kits escolares para os mais de vinte mil alunos da rede municipal de ensino. Assumiu o compromisso com os comerciantes de pagar o material no decorrer do ano, mesmo que o governo do estado continua atrasando os repasses de recursos do Fundeb, como vinha acontecendo com o governador Fernando Pimentel.

O problema é que a continuar os atrasos dos repasses não só do Fundeb, mas também do ICMS e do IPVA, a situação ficará insustentável e não haverá saída a não ser adiar também o reinício das aulas este ano.

Na sua participação do “Poços em Debate”, o chefe do executivo disse que vai se reunir com a secretária de educação para avaliar a data para o reinício das aulas, se no fim de fevereiro ou até mesmo no início de março, acompanhando medida já anunciada por várias prefeituras.

Fechar Menu